Nunca fiz um cruzeiro, mas já subi em 5 navios no porto de Gênova para conhece-los. Quando eu trabalhava em agências e operadoras de viagem na Itália, recebia sempre convites para fazer uma viagem de navio pelo mediterrâneo, mas nunca encarei muito essa coisa de ficar fechada dentro de um navio por horas e curtir pouco as cidades onde o navio ancora. Já participei de eventos e de 2 inaugurações, uma da Costa e uma da MSC. A última que participei, foi em 2013, para conhecer o navio da MSC Preziosa que, diga-se de passagem, é um arraso.

cruzeiro

A grande característica de um cruzeiro, é a infinidade de atividades colocadas à disposição dos passageiros durante a viagem. Além das atividades, oferecem também várias opções de excursões nas cidades onde fazem paradas.

Uma dica básica importante: quando você compra uma viagem de cruzeiro, no preço geralmente está incluso quase tudo, mas recomendo que se certifique bem do que realmente está incluso.
O preço à primeira vista é quase sempre muito atrativo, mas é importante saber o que está realmente incluido dentro do pacote. O ideal é que no valor já esteja incluido: cabine + todas as refeições + entretenimento.

Fique atento com as despesas extras: compras a bordo; bebidas nos bares; serviços a pagamento como cinema, teatro, spa e outros; excursões em terra.

viagem-de-navio

Os passeios são a verdadeira jóia durante um cruzeiro, são elas que se destacam na hora da escolha dos destinos, os locais selecionados, farão viver uma experiência especial aos passageiros. Pena que todos são a pagamento, e os preços não são baixos.
As excursões dos cruzeiros geralmente são muito bem organizadas, com guia em português e às vezes com uma refeição inclusa. Custam mais ou menos em torno de 50€ por pessoa. Mas a coisa mais desagradável, é que o tempo dos passeios dura pouco.
Se você não quiser usufruir das excursões organizadas pelos cruzeiros, é só fazer os passeios por conta própria. Saindo do navio, você estará sozinho, mas pense nisso como se estivesse fazendo uma viagem normal numa cidade qualquer, a diferença é que vai ter apenas algumas horas para conhecer o lugar.

Como economizar nas excursões em terra numa viagem de cruzeiro

  • Se organize antes de partir e monte seu próprio roteiro escolhendo o que gostaria de visitar verificando se as atrações vendem os ingressos online para evitar filas, pois lembre-se, seu tempo será curto
  • Trace o itinerário com o google maps a partir do porto.
  • Informe-se como chegar ao centro da cidade saindo do porto.
  • Consulte blogs de viagem e foruns para ter maiores informações sobre os lugares que escolher visitar.
  • Uma boa opção, é alugar um carro, mas não recomendo se o destino for uma cidade grande, como Atenas, por exemplo. O trânsito é caótico e você vai deixar o carro parado no estacionamento, porque vai ter que fazer tudo a pé. Se você fizer amizade com outras pessoas durante o cruzeiro, poderá formar um pequeno grupo e alugar um carro, nesse caso a locação custará mais barata, assim como o estacionamento no centro da cidade.
  • Compre um guia da cidade, custa pouco e irá facilitar muito seu dia de passeio. Dê preferência àqueles com um percurso traçado.
  • Se você estiver viajando em grupo, contrate um serviço de guia ou acompanhante para algumas horas de passeio na cidade diretamente pela internet. Hoje existem muitos blogueiros/as que oferecem esses serviços nas cidades onde moram. Certamente não custará pouquinho, mas se estiver em grupo vai custar bem mais barato do que cada um pagar 50€ para fazer as excursões do navio. Um guia ou acompanhador, geralmente cobra por hora e não por pessoa, mas cada preço há um número limitado. Exemplo: de 2 a 9 pessoas, 6 horas de passeio, pode custar 150€. Se o grupo for de 6 pessoas, o valor será ótimo pra cada participante. Este valor é para apenas passeio com guia ou acompanhamento, claro que o preço muda caso você solicite outros serviços como guia dentro de alguns monumentos ou transfer, por exemplo. O valor vai depender dos serviços que você solicitar, e lembre-se que vai ter um serviço exclusivo.

E você? Já usufruiu dos passeios de um cruzeiro ou fez por conta própria?

Compartilhe este Artigo:

Deixe seu Comentário