Roteiro em Londres às margens do rio Tâmisa

0

Fazer um roteiro em Londres conhecendo as atrações presentes às margens do rio Tâmisa, é um daqueles passeios que a gente faz sem nem perceber o quanto está realmente caminhando. Foi o que aconteceu comigo!

Londres é magnífica e, no meu ponto de vista, é uma cidade que deve ser descoberta a pé e com os meios de transportes. E quanto  mais caminhar, melhor para conhece-la de verdade.

Veja o meu roteiro em Londres descobrindo interessantes atrações às margens do Tâmisa

Comecei este roteiro a partir do Big Ben, atravessei a ponte Westminster Bridge e virei a esquerda na rua que ladeia o rio.

Roteiro em Londres-Big Ben

Big Ben com a Westminster Bridge

Logo de cara está o aquário de Londres, Sea Life. Este aquário é muito especial, precisa descer dois andares abaixo do solo antes de iniciar a visita, onde caminha-se na penumbra com os tanques dos peixes luminosos que saem das paredes chamando atenção. O aquário abriga peixes de várias especies.
Os tanques onde estão os peixes maiores como tubarões e tartarugas marinhas, são enormes e altos, dando a impressão de estar no fundo do oceano.

Se você quiser começar seu percurso por aqui, é só pegar as seguintes linhas de metrô: Jubilee, District ou Circle e descer na estação de Westminster. Pode também chegar com o ônibus: 12, 53, 59, 76, 148, 211, 341 em direção a Westminster Bridge Road.
O Sea Life funciona das 10h às 19h de domingo a segunda (último ingresso às 18h). Para evitar de perder horas na fila, recomendo a comprar o ingresso online com antecedência aqui.

A poucos metros do aquário encontra-se a famosa roda gigante. A London Eye, é composta por 32 cápsulas ovais que podem transportar todos os dias cerca de 10.000 visitantes. As gôndolas são posicionadas de tal maneira que o passageiro tenha uma visão completa de 360 graus do panorama abaixo, especialmente quando ela está no alto.

A London Eye funciona das 10h às 20h30, mas o horário pode alterar conforme o período, e você vai poder ficar rodando no ar dentro da capsula por bem 30 minutos.
Para evitar as enormes filas compre seu ingresso com antecedência online aqui.

London Eye e o Sea Life

London Eye e o Sea Life a direita

Na área da roda gigante tem o parque Jubilee Gardens com alguns bares e restaurantes a direita, um pouco mais adiante, a esquerda, tem um espaço com terra para criançada brincar.

Roteiro em Londres

Roteiro em LondresSeguindo com meu roteiro em Londres às margens do rio, passei pela ponte Golden Jubilee Bridges e segui em frente (mas antes dei uma subida na ponte para tirar uma foto da Westminster Bridge) chegando na ponte de Waterloo Bridge. Logo após esta última ponte encontra-se o National Theatre.

National Theatre em Londres

National Theatre

Roteiro em Londres

Roteiro em Londres

ONDE SE HOSPEDAR EM LONDRES

Veja minhas dicas de onde se hospedar em Londres testadas e aprovadas:

Hotel Holiday Express London – Swiss Cottage 3*
Encontra-se a 5 minutos do metrô Fincley chegando no centro em  15 minutos. Wifi a pagamento.  Há um centro comercial de fronte com supermercado e muitas opções para comer na zona.
Reserve aqui.

London House Hotel 3*
Este hotel encontra-se num bairro central de Londres, “Bayswater”, podendo chegar a pé em poucos minutos a lugares como  o famoso Mercado de Portobello e o belíssimo Kensington Gardens. Ao lado do hotel existem muitas opções de restaurantes, pubs e também estação de metrô.
Reserve aqui.

Euro Hotel 3*
O hotel encontra-se muito central, no bairro de Bloomsbury, próximo a King’s Cross e Russel Square, perto do British Museum e de duas linhas do metrô. Não tem elevador.  É um hotel tipo B&B, situado em uma antiga casa “Giorgiana”, típica de Londres. Foi restruturado há cerca de 4 anos.
Reserve aqui.

Continuando em frente cheguei  num cantinho bem gostoso de Londres, o Gabriel’s Wharf. Se trata de um espaço, tipo uma grande praça com bares, restaurantes e lojas. O lugar é bem descontraído com bancos e mesas ao aberto. E no verão, da-lhe cerveja! Rs. Aqui eu dei uma parada pra dar uma descansada, afinal de contas, ninguém é de ferro, né?

O que fazer em Londres

Gabriel’s Wharf

Prosseguindo adiante passei embaixo da ponte Blackfrias Bridge e cheguei ao Tate Modern. O “Tate”, como é comumente abreviado, é considerado uma das galerias de arte moderna e contemporânea com coleções mais inovadoras do mundo, e possui obras de todos os grandes artistas do período de 1900, a partir de Dali a Warhol, Matisse e Pollock.

Mas vamos deixar para outro post, o Tate merece um texto mais dedicado a ele (não o visitei durante esse passeio em Londres). Só antecipo que a entrada nessa fantástica galeria é gratuita. Ah, não deixe de dar uma chegada em cima da ponte em frente a galeria, a Millennium Bridge, para pegar um panorama bacana da área e do Tate.

Globe Theatre em Londres

Globe Theatre

Continuando em frente me deparei com o Shakespeare’s Globe. Imagine visitar o teatro que Shakespeare fazia parte no século XVII! Pois é, o The Globe foi construído pela companhia teatral The Lord Chamberlain’s Men, de que o próprio Shakespeare fazia parte no ano de 1599, mas foi destruído por um incêndio em 1613, depois reconstruído em 1614 e fechado em 1642, sendo finalmente demolido em 1644. A construção atual é igual a original e foi inaugurado em 1997.

O teatro é ao aberto, portanto, ele abre suas portas somente a partir da primavera até outubro.
O bilhete custa a partir de £ 5 para assistir o espetáculo em pé. Mas para pagar esse valor precisa comprar o ingresso diretamente na bilheteria do teatro. O ingresso para assistir o espetáculo sentado pode ser comprado online. Visite o site do teatro para obter informações mais detalhadas.
Funciona das 9h às 17h30 com exibição e visita ao museu.

Vamos continuar com nosso roteiro em londres ou já ficou cansado? O percurso é tão bonito e gostoso, que não dá vontade de desistir. Então vamo que vamo!

Roteiro em Londres

Southwark Bridge

Passei pela ponte Southwark Bridge e segui em frente até chegar ao histórico pub Anchor. Talvez você não o conheça pessoalmente, mas não dúvido que tenha visto fotos suas em revistas, sites ou blogs na internet. É um pub típico de Londres e um dos mais antigos.

O lugar tem um terraço com vista para o rio Tâmisa que lota no verão (quando não chove, é claro). Servem comida e os pimpolhos são bem aceitos (muitos pub’s não aceitam ingresso de criança).

Pub em Londres

The Anchor

Deixando o pub, a rua que ladeia o rio faz uma deviação  para o interno, mas é só seguir o fluxo de gente que chega-se no lugar certo. Passei em frente do The Clink Prison Museum numa ruazinha estreita e segui em frente até chegar numa praça com restaurantes e um barco ancorado no meio, o Golden Hinde II.

Golden Hinde II-Londres

Golden Hinde II

Se trata da reconstrução de um navio Tudor que entrou para a história por ter navegado o mundo entre 1577 e 1580, com o capitão Sir Francis Drake no comando. Funciona como museu e organiza eventos privados.

É possível visitar o navio com tour guiado das 9h às 17h30 (quando o navio organiza eventos privados não fazem tour). Para saber detalhes em relação ao valor do bilhete, sugiro que visite o site do local, porque organizam vários tipos de passeios no navio com preços diferentes.

Caminhando por mais alguns metros, cheguei ao mercado Borough Market, e o relógio já marcava que estava quase na hora do almoço! Dei uma volta no mercado e aproveitei para almoçar.

Na verdade eu calculei meu roteiro pra chegar no mercado na hora do almoço e, como sempre, deu tudo certinho. Talvez por preparar Roteiros Personalizados e organizar itinerários em operadores como trabalho por muito tempo, fiquei craque em calcular bem o tempo dos percursos.

O Borough Market está situado praticamente embaixo da ponte London Bridge. Para conhecer melhor o mercado, veja o post que escrevi sobre ele.

Catedral Southwark

Catedral Southwark

Prosseguindo com meu passeio, subi as escadas ao lado da bela catedral de Southwark para chegar em cima da London Bridge. A Southwark é a igreja gótica mais antiga de Londres, sua construção remonta a 1273.

Chegando na ponte, tirei mais fotos, atravessei a avenida e desci as escadas para continuar com meu roteiro em Londres. Mas essa parte vai ser reservada para outro post, senão o texto vai ficar longo demais.

Este roteiro de Londres começou na Westminster Bridge e terminou na London Bridge. O percurso durou cerca de 2h30, não parei para fazer visitas em nenhum lugar, apenas parei para descansar por 10 minutos no Gabriels Wharf. Caminhei com calma e em maneira bem relaxada. Caso queira começar o roteiro a partir daqui, você pode chegar com o metrô ou trem descendo na estação de London Bridge.

Pronto! Agora você já sabe uma super dica sobre o que fazer em Londres às margens do rio Tâmisa, porque muitas vezes alguns detalhes interessantes, passam despercebidos quando a gente não conhece o lugar.

Compartilhe!

Sobre o autor

Damares Lombardo

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

Deixe uma Resposta