Visitar Aachen com um bate e volta de Colônia

10

Visitar Aachen fazendo um bate e volta de Colônia é muito simples, mas aqui vou te dar algumas dicas pra você não perder tempo e também saber como economizar no bilhete de trem.

Aachen encontra-se na Alemanha, na Renânia do Norte, Vestfália. Está a cerca de 60 minutos de Colônia de trem, faz fronteira com a Holanda e com a Bélgica, formando o triangulo das 3 fronteiras.

Esta pequena e interessante cidade há uma rica história. Ela foi fundada no ano de 150 d.C pelos romanos com o nome de Aquae Granni (Aquisgrana em italiano) para desfrutar de suas fontes termais, mas seu momento de esplendor foi durante o Império de Carlos Magno, que a escolheu como sede de sua corte em 794, onde também foram coroados os imperadores alemães e romanos entre 936 e 1531.

Entre coroações de reis e imperadores, residências imperiais, palácios e fontes termais, a vida nessa cidade alemã prossegue até hoje na memória desse fantástico período histórico. Em cada canto estátuas, decorações e monumentos referem-se ao Imperador Carlos Magno.

Não tem muitíssimo o que visitar em Aachen, portanto, se você estiver em Colônia, dá para conhece-la com um bate e volta tranquilamente. Agora, se você estiver a fim de ficar por aqui para aproveitar das águas termais e passar algumas horas num Spa, sugiro que durma uma noite na cidade.

Como visitar Aachen

Chegando na estação de trem Aachen Hbf, é só seguir pela rua que encontra-se em frente da estação, Bahnhofstrasse, e entrar à esquerda na Theaterstrasse. Descendo por esta rua até o final, você vai chegar no Teatro de Aachen, fundado em 1825.

Estação de trem de Aachen

Estação de trem de Aachen

visitar Aachen

Teatro de Aachen

Deixando o teatro nas costas e seguindo à direita pela rua Kapuzinergraben, a poucos metros você chegará à praça Friedrich-Wilhelm-Platz, onde está o monumental palácio Elisenbrunnen (Fonte de Elisa), reconstruído após a Segunda Guerra Mundial em torno das fontes de água termal e curativa. Aqui chegam as águas da Fonte do Imperador, de tipo hipertermal (52°) e ricas em enxofre.

visitar-Aachen

Elisenbrunnen

Nesse palácio encontra-se o centro de informação turística. Aproveite para retirar seu mapinha da cidade.

centro de informações turísticas

Veja a entrada do centro de informação turística a esquerda na foto

Atravessando a porta do Elisenbrunnen, você encontrará o jardim Elisengarten, onde as pessoas aproveitam para fazer uma pausa e relaxar.

cidade de Aachen

Jardim Elisengarten à esquerda e à direita o fundo da catedral de Aachen

cidade de Aachen

Euzinha em Aachen

No meio do jardim tem um espaço coberto em vidro, é uma proteção que foi colocada ali para cobrir as escavações encontradas com várias camadas de cidades de diferentes períodos. A entrada é gratuíta e tem paineis com informações de cada época.

visitar-Aachen

Seguindo pelo lado esquerdo no jardim, em direção ao centro histórico, dê uma paradinha para apreciar as estátuas presentes na fonte Kreislauf des Geldes – Circulação do dinheiro.

o que visitar em Aachen

Observe na foto à esquerda, como um homem passa dinheiro pro outro, meio que as escondidas.

Você vai encontrar muitas fontes em Aachen, e quase todas têm estátuas com significados.

O Puppenbrunnen (fonte dos fantoches) com figuras articuladas e móveis, é a grande atração das crianças. Está a poucos metros da catedral.

o que ver em Aachen

Puppenbrunnen

O monstro original da Fonte Bahkauv foi destruído durante os bombardeios da Segunda Guerra Mundial. Diz a lenda que era a estátua de um monstro que aterrorizava a cidade em 1600. Hoje é um dos marcos de Aachen. A estátua atual é dos anos sessenta.

o que ver em Aachen

Bahkauv

O centro histórico de Aachen apresenta uma mistura de arquitetura flamenga, gótica e bizantina.

Centro histórico de Aachen

Centro histórico de Aachen

Embora a cidade tenha sido fortemente bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial, os locais históricos foram cuidadosamente preservados e os edifícios atingidos foram reconstruídos adequadamente.

Centro histórico de Aachen

Centro histórico de Aachen

visitar Aachen

Centro histórico de Aachen

Use o mapinha que você pegou no centro de informação turística, as atrações estão próximas e são fáceis de serem encontradas.

A Catedral de Aachen está localizada na praça Munsterplatz. Sua construção começou no final do século VIII a mando de Carlos Magno como um grande complexo incluindo sua residência e a Capela Palatina. Foi consagrada no ano de 805 pelo Papa Leão III em honra à Virgem Maria. Esta é a catedral mais antiga do Norte da Europa.

Catedral de Aachen

Catedral de Aachen

Hoje não resta mais nada da residência do Imperador, enquanto a Capela Palatina, que é a parte mais antiga da igreja, conseguiu resistir ao tempo encantando visitantes de todo o mundo. É uma obra prima arquitetônica em planta octagonal com influências românicas orientais e ocidentais. Aqui encontram-se os restos mortais e o trono de Carlos Magno, o qual foi enterrado na catedral em 814.

Interior da Catedral de Aachen

Interior da Catedral de Aachen

A entrada na capela é gratuíta, mas paga-se para visitar o sarcófago e o trono de Carlos Magno. A visita é possível apenas guiada em alemão ou inglês (este último apenas às 14h). Para tirar fotos ao interno da catedral paga-se 2€.

Os Imperadores do Sacro Império Romano-Germânico foram coroados aqui por muitos séculos.

Interior da Catedral de Aachen

Interior da Catedral de Aachen

A catedral de Aachen sempre foi meta de peregrinação por abrigar 4 importantes relíquias referentes a eventos bíblicos: a roupa de Maria; o pano que Jesus vestia em torno aos quadris quando foi crucificado; as faixas de Jesus quando ele nasceu; o pano da decapitação de João Batista. Essas relíquias são o centro da peregrinação Heiligtumsfahrt, que acontece a cada 7 anos, desde 1349.

Interior da Catedral de Aachen

Interior da Catedral de Aachen

A catedral de Aachen foi o primeiro monumento alemão a ser inserido pela Unesco na lista dos bens declarados Patrimônio da Humanidade, em 1978.

A Capela Palatina é fabulosa, vale absolutamente uma visita. Através do link da igreja é possível fazer uma visita virtual.

A outra atração muito visitada na cidade de Aachen, é a Câmara Municipal, um magnífico edifício em estilo gótico edificado entre 1334 e 1376 decorado com 50 estátuas dos soberanos alemães em dimensão natural. Foi construído sobre as fundações do palácio de Carlos Magno. A visita nas salas do edifício é a pagamento.

Carlos Magno

Câmara Municipal de Aachen com a estátua de Carlos Magno no centro

A Câmara Municipal – Rathaus em alemão – está situada na praça Markt. No centro da praça encontra-se a estátua de Carlos Magno.

como visitar Aachen

A casa Lowenstein localizada do outro lado da Câmara Municípal – a casa bege que está bem na frente da estátua na foto – foi construída em 1345, é um dos poucos edifícios góticos que se salvou do incêndio que devastou a cidade em 1656. Os outros dois edifícios que não foram destruídos são a Câmara Municipal e a Catedral.

A cidade de Aachen há duas portas do período medieval que permanecem em pé ainda hoje. Uma se chama Ponttor e esta situada na rua Pontstraße (esta é a rua dos bares). Chega-se em cerca de 15 minutos de caminhada a partir da catedral. É uma das poucas portas desse tipo ainda existente na Europa.

portas medievais em Aachen

Porta medieval em Aachen – Ponttor

porta medieval de Aachen - Ponttor

Porta medieval- Ponttor

porta medieval em Aachen

Porta medieval – Ponttor

A outra porta encontra-se pertinho da estação de trem (deixe para visita-la quando estiver voltando para estação para pegar o trem) de nome Marschiertor, localizada na Franzstraße. Esta é uma das maiores portas medievais da Europa ocidental em bom estado de conservação.

porta medieval - Marschiertor

Porta medieval – Marschiertor

porta medieval em Aachen

Porta medieval – Marschiertor

Produdo típico de Aachen

A cidade de Aachen é famosa por seus biscoitos: Printen. São os Lebkuchen, aqueles doces que são normalmente encontrados durante o Natal e nos mercados de Natal, mas em Aachen são vendidos todo o ano nas várias padarias e confeitarias artesanais espalhadas no centro histórico. Estes biscoitos são crocantes e feitos com especiarias e cobertos com chocolate ou crosta de glasse. Eu adoro, porque tem canela e gengibre. Atenção na hora de morder, porque são bem durinhos. Não consegui visitar Aachen sem entrar em uma das confeitarias e comprar uns pacotinhos desses biscoitinhos pra levar para casa.

doce tipico da Alemanha

Confeitaria Nobis em Aachen

Hora da parada para um chá. Chocolate quente ou café com doces?

Barbarella não é um local típico alemão, mas é um lugar ótimo para fazer um Brunch, comer doces ou simplesmente para uma pausa pra tomar o café da tarde. O local é em estilo americano com bons bolos, cupcakes e vários doces. Barbarella é uma gracinha desde a sua entrada, o que torna impossível resisitir a não entrar e dar uma curiosada. É muito frequentado pelos residentes. Fica na Pontstrasse, 40.

comer doce na Alemanha

Confeitaria Barbarella

Chocolate da Lindt

Se você visitar Aachen e gostar de chocolate, aproveite da ocasião para comprar chocolates da Lindt mais baratos. Por estar situada a poucos quilômetros da Bélgica, a cidade de Aachen adquiriu a fama de ter bons chocolates, isso se deve também ao fato da cidade abrigar a fábrica da conhecida marca de chocolates Lindt, a qual há uma loja onde vende os produtos com preços mais baixos. A loja fica na Süsterfeldstraße, 130 – abre de segunda a sexta feira das 9h às 20h e aos sábados fecha às 16h.

As águas termais de Aachen

As águas termais de Aachen são terapêuticas: sulforosas e bicarbonatas oligominerais, particularmente adequadas para balneoterapia e para beber. São indicadas para aqueles que sofrem de doenças do músculo-esquelético, reumatismo, doenças de pele, patologias femininas, estados de fraqueza e convalescença.

Os antigos banhos romanos foram restaurados e, hoje, apresentam uma versão moderna. Carolus Thermen é o mais conhecido, se trata de um centro com piscinas termais com diferentes temperaturas. A água da sua principal piscina há 34°, aquela quente 38° e a fria 20°. O lugar dispõe também de saunas finlandesas e japonesas, banho turco, tratamentos de spa ayurvédico, massagens e muito mais. O bilhete de entrada custa 18€ durante a semana e 19€ nos finais de semana, para um dia inteiro. O centro é muito grande, e em muitas ocasiões também oferecem tarifas especiais para um pernoite e um dia inteiro no spa.

Onde comer em Aachen

Você não vai encontrar dificuldades para encontrar restaurantes em Aachen, a cidade oferece muitas opções de lugares para comer, mas a maioria é de gastronomia estrangeira. Recomendo a comer num restaurante típico alemão para degustar os pratos locais. Eu comi no Hans Wurst e gostei muito. Os pratos custam por volta de 12€/20€ e são abundantes. Aqui você poderá experimentar a típica salsicha alemã, o Wurst. Eu gastei 15€ por um prato + um chopp. O restaurante está a poucos passos da catedral, na Münsterplatz 6.

Os hotéis em Aachen não custam caro, a cidade oferece muitas opções de estruturas de qualidade com bons preços até mesmo no  centro histórico.

Dica: se você precisar ir ao banheiro, um pouco antes da entrada da Capela Palatina, tem um banheiro público no lado esquerdo limpinho. Paga-se para usar, mas custa pouco e vale a pena.

como visitar Aachen

Banheiro público em Aachen

Como chegar a Aachen a partir de Colônia

Siga para estação central de trem Hauptbahnhof, e compre o bilhete para Aachen (desça na estação de Aachen Hbf). Não compre nas maquininhas automáticas, siga diretamente para bilheteria. O bilhete custa 30€ ida e volta, mas têm sempre algumas promoções, por isso é conveniente comprar na bilheteria e perguntar para o atendente se tem algum bilhete mais vantajoso para voltar no mesmo dia. Eu comprei um bilhete para 5 pessoas e paguei 20€, e estávamos em 2 pessoas. Muitas vezes o atendente não menciona as promoções, se isso acontecer, pergunte se viajando em mais pessoas não paga-se mais barato ou se tem outra vantagem naquele dia ou período para o turista.

A cidade de Aachen há bons museus e oferece mais algumas atrações a serem visitadas, mas, no geral, as principais são estas aqui presentes.

Compartilhe!

Sobre o autor

Damares Lombardo

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

10 Comentários

  1. Damares Lombardo

    Bom dia, Damares! Adorei suas dicas a respeito de Aachen. Vou para Colônia em novembro e gostaria de ir até Aachen porém, estou com pouco tempo. É possível ter uma visão da cidade ficando somente meio período? Voce aconselha comprar passagem de ida e volta com antecedência?
    Grata, Laura

    • Damares Lombardo
      Damares Lombardo on

      Olá Laura. Se vc for pela manhã cedo, da sim pra fazer um passeio pelo centro histórico por umas 4 horas.
      Não precisa comprar o bilhete com antecedência não, parte com muita frequência da estação central de Colônia e o preço não muda porque é um trem regional.
      Abs
      Damares

  2. Damares Lombardo

    Olá!
    Descobri suas dicas casualmente e já usei antes. Gostaria de saber se pode me esclarecer uma dúvida. Estarei em Colônia daqui à pouco, no Natal. É possível visitar as atrações que você recomendou mesmo no inverno?

    Grata, Edilena

    • Damares Lombardo
      Damares Lombardo on

      Olá Edilena. É possível sim. Somente o Jardim Botânico em Colônia que acredito seja meio triste no inverno.
      Abs
      Damares

  3. Damares Lombardo

    Damares, irei visitar AACHEN em abril. Utilizarei este roteiro. Dá pra fazer este roteiro em quanto tempo? Ele é feito totalmente a pé? Aguardo seu retorno.

    • Damares Lombardo
      Damares Lombardo on

      Ana Carolina, vale sim, o centro da cidade é pequeno e dá pra conhece-lo em umas 3/4 horas. Mas se for nos meses invernais vai ser muito corrido porque às 16h30 já está escuro.
      Sbs
      Damares

  4. Damares Lombardo
    Danielle Azevedo on

    Boa noite! Obrigada pelas suas dicas! São muito boas e rica em detalhes! Ajudam bastante! O que você acha da opção de ir de ônibus? Qual a melhor, trem ou bus? Você tem ideia se o valor aumenta muito quando compramos apenas one trip? Vi um site chamdo go euro que o ônibus sai muuuito barato! Será que é arriscado?

    • Damares Lombardo
      Damares Lombardo on

      Danielle, não sei se é arriscado pela veracidade do site, sei que o ônibus custa mais barato, mas eu iria de trem. Vc pode comprar o bilhete de trem na hora na estação.
      Abs
      Damares

Deixe uma Resposta