Conhecendo lugares deslumbrantes na Itália

Lugares deslumbrantes na Itália, têm de montão! Uma das coisas que mais gosto durante minhas viagens, é descobrir novos destinos, principalmente visitar lugares ainda não muito famosos em todo o mundo. Fiz uma viagem pela região do Lazio conhecendo cidades da Itália incríveis!

Fumone é uma pequena cidade medieval no território da Ciociaria na região do Lazio, na província de Frosinone. Encontra-se apenas a 80 km de Roma, está situada a 783 metros acima do nível do mar sobre uma colina isolada a forma de um cone, não muito longe da conhecida Fiuggi – localidade de fontes de águas curativas.

Cidade medieval

Cidade medieval de Fumone

Cidade medieval de Fumone

Na verdade não é difícil conhecer lugares deslumbrantes na Itália, principalmente cidades medievais.

Com ruas estreitas, casas e chão em pedra, não tem como não se sentir transportado a cerca de 800 anos atrás em Fumone. E para completar a regressão no tempo, um castelo situado no centro da cidadezinha dá aquele toque especial!

Cidade da Idade Media

Cidade da Idade Media

O Castelo Longhi foi uma inacessível fortaleza militar, prisão e principal fortificação papal do Baixo Lazio.

A fortaleza tinha um papel muito importante: a partir da alta torre, eram produzidas fumaças que avisavam a população da eminente chegada de inimigos. Este era, de fato, o sinal de alerta aos habitantes pra que procurassem refúgio. Este foi também o motivo pelo qual o lugar teve o nome de Fumone, por causa da enorme quantidade de fumaça que emanava da torre principal do castelo.

Fumone entra na história, no século IX, no entanto, a opinião dos historiadores sobre a sua criação são diferentes e conflitantes. Alguns acreditam até que foi construído depois da fundação de Roma. Hipóteses a parte, de qualquer maneira, não há dúvida de que Fumone tem origens muito antigas. Na Idade Média, era amargamente conhecido pelas condições cruéis em que eram mantidos seus prisioneiros e pelas torturas usadas.

O castelo perdeu seu ar obscuro, quando em 1584, a família de marquês Longhi de Paolis, o adquiriu adicionando o jardim pênsil e transformando-o em residência principesca.

No castelo é possível admirar as salas do piso nobre totalmente mobiliado que abriga obras de arte preciosas como urnas da época romana, e também poços, cisternas e o magnífico jardim pênsil. Algumas salas têm paredes decoradas com pinturas renascentistas, estátuas e bustos romanos originais do século I d.C.

Sala do castelo de Fumone na Itália

Sala do castelo de Fumone na Itália

Castelo na Itália

Castelo na Itália

Nessa região do Lazio, além de você fazer uma viagem conhecendo lugares deslumbrantes, vai poder admirar um panorama magnífico com colinas e vales presentes em quase todo território.

O panorâmico jardim do castelo é pênsil, em estilo italiano, permite desfrutar de uma vista de 360° que se estende desde o Colli Albani (colinas) até o Vale do Liri.

Região do Lazio

Implantado no século XVI no terraço do castelo, o jardim é derivado da reestruturação e unificação das ameias, dos fossos e da destruição de algumas torres na idade moderna. Apesar da altura em que foi realizado (800 metros acima do nível do mar), abrange uma área de cerca de 3500 metros quadrados e é o maior jardim pênsil da Europa.

Jardim do castelo

Jardim do castelo

Jardim do castelo

Jardim do castelo

Castelo na Itália

Um altissimo cipreste é a atração do jardim do castelo, com a idade de 400 anos, é o resultado da união de duas árvores anteriormente separadas. De fato, se chama a árvore do amor!

Arvore de cipreste

Hoje o castelo de Fumone é habitado pelos herdeiros da família Longhi, e em 1990, os atuais proprietários, o marquês Fabio e Stefano, decidiram abrir ao público com visitas guiadas.

Eu com o marquês Fabio Longhi

Proprietário do castelo de Fumone

O episódio histórico mais importante que ocorreu no interior das muralhas do castelo de Fumone está definitivamente ligado a Pietro da Morrone, mais conhecido como Celestino V, e a dura prisão que o velho papa sofreu, a qual durou 10 meses e terminou com sua morte, quando ele tinha 81. Este papa foi preso porque abdicou de seu papado.

A triste cela que é visitada por milhares de devotos e peregrinos a cada ano na qual Celestino V suportou a prisão, ainda é perfeitamente visível e bem preservada na parte mais interna do castelo, onde encontram-se muitas relíquias dos santos, doadas nos séculos pela Santa Sede através dos papas e cardeais.

Santuário do castelo

Santuário do castelo

Na ocasião da morte de Celestino V, no castelo se verificou uma visão de dimensões extraordinárias que, segundo os cronistas, foi um pré-anúncio da morte do santo: o aparecimento de uma cruz espledente pairando no ar na porta da cela onde ele dormia e estava preso.

Em 1800, ocorreu outra triste história no castelo. O pequeno marquês Francesco Longhi – uma criança de apenas 5 anos – foi assassinado por suas irmãs invejosas. Francesco era o único herdeiro masculino da família Longhi, e teria adquirido toda a herança, de acordo com a regra de primogenitura masculina da época.
A mãe deu à luz sete filhas que, crescendo, não se resignaram aos privilégios de Francesco e armaram um terrível plano de vingança. Elas colocaram arsênico na comida da criança, que morreu envenenada.
O corpo de Francesco foi embalsamado com a cera, por ordem da mãe desesperada, que não quis enterrá-lo em uma tentativa de mantê-lo sempre ao seu lado. O corpo da criança é exposta num relicário mantido no castelo e é visível ao público. A técnica que foi usada para preservar seu corpo não é bem clara, e o médico que a realizou morreu logo depois em circunstâncias misteriosas.

Corpo embalsamado

A mãe nunca soube a verdade, e morreu na crença de que seu amado filho havia morrido de pneumonia.
Foram realizadas investigações no cabelo do corpo embalsamado da criança as quais confirmaram a presença de arsênico.

O que não falta é lenda sobre essa história. Dizem que o fantasma da mãe, Emilia Caetani Longhi, ainda vaga, sem paz, nos salões do castelo de Fumone, e que Franccesco mexe sempre nos objetos trocando-os de lugar.

Para visitar o castelo é necessário reservar. A visita dura cerca de 40 minutos e custa 10 euros.

Recomendo mandar um email para obter maiores informações e reservar: castellodifumone.it

Mesmo que você não tenha intenção de visitar o castelo – o que acho uma pena – passear pelas ruelas da cidade medieval de Fumone já vale o passseio!

Este é apenas um de muitos lugares deslumbrantes na Itália para ser visitado, mas ainda vou te mostrar muito mais!

Cidades da Itália

Lugares deslumbrantes na Itália

Lugares deslumbrantes na Itália

Cidades da Itália

Castelo na Itália

[caixa title=”Saiba mais”]

Rota do vinho pertinho de Roma
Aguas termais curativas e golf pertinho de Roma
Capela sistina medieval em Anagni

Organize sua viagem para Itália visitando os links abaixo (os links abaixo são de parceiros comerciais do blog)

Reserve seu hotel aqui
Viajando de carro, alugue aqui

Siga Keviagem nas redes sociais:
instagram
facebook
twitter

[/caixa]

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. No momento vive na linda região de Lisboa, pertinho do mar! Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

contato1@keviagem.com

Comentários
  • Damares Lombardo

    Damares,

    excelente artigo. Não conhecia Fumone. Bela dica de bate e volta de Roma para quem já conhece os principais pontos turísticos da Cidade Eterna.
    Abraços
    Gil

    20 de outubro de 2014
      • Damares Lombardo

        da proxima vez vem pra scicli provincia di ragusa e imediações

        16 de junho de 2015

Deixe Um Comentário