Lago Maggiore: passeios nas Ilhas Borromeo

O Lago Maggiore encontra-se nos arredores de Milão, dando para fazer um bate e volta numa boa. Nossos (meu e de meu marido) amigos e parentes quando vêm nos visitar, aproveitam muito da posição de Milão e fazem altos passeios, porque a facilidade dos meios de transportes também ajudam muito. Nicky (meu marido) levou uns amigos que estava acompanhando em setembro até as ilhas Borromeo no Lago Maggiore e, quando vi as fotos, me deu uma vontade imensa de voltar a visita-las. É incrível como a gente muitas vezes deixa passar despercebido lugares fabulosos que estão tão próximos e vamos parar em outros bem longe.

Aproveitei  e fui logo antes que chegasse outubro, o mês que traz o outono. Passaram por Milão umas amigas minhas que moram na Inglaterra e não pensei duas vezes, as levei para conhecer as ilhas Borromeo no Lago Maggiore. Afinal de contas, o que não falta é lugar interessante para visitar nos arredores de Milão.

Lago Maggiore

Ilha Madre

O arquipélago das Ilhas Borromeo é formado por 3 ilhas muito pequenas, Isola dei Pescatori, Isola Madre e Isola Bella. Está situado no Lago Maggiore, no golfo Borromeo, em frente a cidade de Stresa. No século XIV,  os Borromeos, potentes feudais da região, mas originarios de Florença,  tornaram-se os proprietários das ilhas e começaram a transforma-las.
A ilha dos “Pescatori”, é a única permanentemente habitada, embora por uma pequena comunidade, enquanto as outras duas, são muito visitadas por turistas, que admiram dois esplêndidos palácios e seus jardins.

As ilhas são famosas em toda a Europa por suas paisagens, pelo tratamento  e variedade das arquiteturas vegetais compostas por mais de 2.000 variedades de diferentes espécies.
Na ilha “Madre”, é presente também uma numerosa fauna de aves orientais como pavões, faisões dourados e papagaios livres no jardim.

A ilha “Bella”, possui um maravilhoso jardim que foi projetado ao longo dos séculos em maneira muito inteligente, com flores multicoloridas durante o ano inteiro, fazendo uma  rotação entre as várias espécies (rosas, orquídeas, lâmpadas, magnólias, árvores frutíferas, azaléias, gardênias, glicínias).

nos arredores de Milão

Jardim da Ilha Bella

Peguei todas as indicações com o Nicky (fizemos exatamente o percurso que ele fez, tudinho igual), e lá fomos nós, eu e mais duas amigas soltas na estrada para curtir um dia somente entre nós mulheres fazendo um bate e volta de Milão.

Pegamos a rodovia bem cedo (queríamos evitar o trânsito da parte da manhã e chegar cedo em Stresa, porque minhas amigas queriam curtir um pouco Milão na parte da tarde) que vai para os lagos, a A8 em direção a Sesto Calende. O pedágio custava € 1,50, pegando o pedágio de Milão Norte. Continuamos em direção a Gravellona Toce A26 e após cerca de 80 km, pegamos a saída para Carpugnino.  Aqui, prosseguimos pela auto-estrada SP34 e depois SP39, após  10 km e cerca 1h20 de viagem, chegamos em Stresa. O dia estava bonito e prometia muito sol.

ilhas Borromeo

Chegamos na Piazza Marconi, onde há um grande estacionamento.  Descemos do carro e imediatamente vieram em nossa direção vários motoristas de barcos e lanchas vendendo os próprios serviços para visitar as ilhas Borromeo. Obviamente, este  era o nosso objetivo, e depois de algumas negociações, decidimos  pegar um barco só para nós, mas dividindo com uma família de mais 3 pessoas que encontramos no momento da negociação para comprar os bilhetes.

Claro que era possível fazer o passeio com um maior número de gente pagando  8 euros por pessoa num barco com disponibilidade para até 30 pessoas. Mas além de ser um dia de semana, era também um mês menos turístico “setembro”, em tal caso era conveniente pagar 20 euros por pessoa  e ter uma lancha praticamente privada, somente para nós 3 e a família com a qual dividimos. A primeira ilha que passamos se chamava “Isola Madre”, é a menor de todas, o motorista da lancha diminuiu bastante a velocidade e deu uma volta em torno a ela pra que a gente conseguisse tirar fotos.

bate e volta de Milão

Ilha Madre

Podiamos descer e visitar a ilha, era muito pequena e não tomaria muito tempo, mas a família que tínhamos dividido o passeio, não estava muito a favor, porque o objetivo de todos nós era parar na “Isola Bella”, e assim prosseguimos para não perder muito tempo. Era uma família alemã bem bacana, e para nós estava bem assim, já que eram gente boa.
A ilha seguinte era  “Isola dei Pescatori”, também não descemos, demos uma volta em torno para tirar fotografias.

Lago Maggiore

Ilha dos Pescatori

Lagos na Itália

Ilhas do Lago Maggiore

O tempo não nos decepcionou, era perfeito para fazer um bate e volta de Milão pra curtir um dia no lago.

Depois de uns 30 minutos, chegamos na ilha que tínhamos programado para descer.

nos arredores de Milão

Ilha Bella

Concordamos com o motorista de telefonar para ele quando decidissimos voltar para Stresa 15 minutos antes, assim viria nos buscar. Essa é a ilha mais importante e maior de todas as três, se chama “Isola Bella”. Assim que descemos da lancha, entramos em uma ruazinha estreita e cheia de barraquinhas que vendiam artesanato.

bate e volta de Milão

Lagos na Itália

A ilha é realmente muito pequena e em poucos minutos  a visitamos sem problemas, mas aconselho a colocar sapatos confortáveis.  O pequeno centro histórico é muito gracioso, com  lojinhas, restaurantes e bares.

Lagos na Itália

Ilha Bella

Ilhas do Lago Maggiore

Ihas Borromeo

bate e volta de Milão

Seguimos o tour turístico do lugar e fomos conhecer  o monumental palácio barroco que o Conte Vitaliano Borromeo iniciou a construção em 1632. O palácio Borromeo oferece aos visitantes um ambiente elegante e luxuoso, com inestimáveis obras de arte.

Lago Maggiore

Palácio Borromeo

nos arredores de Milão

bate e volta de Milão

Após ter visitado o palácio, nos direcionamos ao seu jardim para um tranquilo passeio. O florido jardim com terraços ornados, é um exemplo clássico e inimitável de “jardim italiano” do século XVII. Entre plantas exóticas e raras, a floração espetacular foi projetada para oferecer cor e aromas de março a outubro. Não era permitido tirar fotos dentro do palácio, mas apenas do jardim.

O bilhete para entrar no palácio custava € 13, a visita dura cerca de uma hora e meia, incluindo o jardim.

bate e volta de Milão

Ilha Bella

Como chegar em Stresa no Lago Maggiore com os meios de transportes

Essas ilhas do Lago Maggiore são esplêndias e inusitadas, justamente por se tratar de ilhas de lago. Fazer um bate e volta de Milão para Stresa com os meios de transportes, é possível.

Trem: parte da Stazione Centrale (em direção a Domossola ou Ginevra/Basilea) ou da estação de Porta Garibaldi (em direção a Domodossola)

Ônibus: parte da estação de metrô  Lampugnano (partem apenas 2 por dia)

[caixa title=”Saiba mais”]

Sirmione e seu castelo fortificado
Lago de Como com vista panorâmica
Desenzano del Garda: situado no maior lago da Itália

Organize sua viagem para Itália visitando os links abaixo
Reserve seu hotel com o booking.com
Viajando de carro, alugue com Rentalcars
Passeios, Transfers e pacotes na Itália

Siga Keviagem nas redes sociais:
instagram
facebook
twitter

[/caixa]

 

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. No momento vive na linda região de Lisboa, pertinho do mar! Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

contato1@keviagem.com

Comentários
  • Damares Lombardo

    Oi Damares, sou Eliana do Rio. Não vejo a hora de chegar à Milão e conhecer estes lugares maravilhosos. Vamos chegar dia 26 deste mes. Vou torcer para o tempo ajudar. Vamos ver se nos encontramos por ai e tomamos um café!
    beijos

    10 de outubro de 2012
  • Damares Lombardo

    Oi Damares td bem por ai

    Sou do interior de Sao Paulo, vou para italia com um grupo de amigos no total 6 pessoas. Vamos descer em Roma e ficar 6 dias no hotel onde pretendemos conhecer florença, toscana pisa e tudo o que ali por perto. Depois pegaremos um trem de Roma para milão , onde ficaremos 5 dias, e queremos conhecer veneza e verona e claro milao, nao tenho muitas dicas de milao, se vc pudesse me ajudar gostaria de saber quais os melhores passeios por ai e os restaurantes , .
    Vc da acessoria para viagens por email, ou tambem podera nos acompanhar nos passeios guiados por vc. Goataria muito de conhecer as ilhas que adorei, mas vamos ter que pegar trem, daria certo.
    Espero seu email, por favor quem sabe poderemos contratar seus serviços quanto estivermos ai que sera em maio/2013

    aguardo resposta anciosa

    bjos Sandra

    10 de outubro de 2012
  • Damares Lombardo

    Oi, Damares. Tudo bem? =)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia Paulista

    11 de outubro de 2012
  • Damares Lombardo

    Oi Damares, chego na Italia no dia 20 deste mes, vou passar por Milao, Veneza e Roma, e estou preocupada com a temperatura, sou extremamente friorenta e tenho medo de passar frio. Como esta o tempo por ai?
    Um abraço

    16 de outubro de 2012
  • Damares Lombardo

    Oi Damares td bem com vc?

    Já nos falamos o ano passado sobre minha viagem com mais dois casais de amigos para Itália. Como combinamos na epoca era muito antecipado fazermos alguma coisa. Agora só faltam dois meses,optamos por vc fazer um roteiro personalizado para nosso grupo, por indicação sua também fizemos mudanças. Nas cidades que ficaremos anteriormente íamos ficar 7 dias em Roma, para conhecer , Roma, Florença, toscana. Agora ficaremos 3 dias em Roma e também 3 dias em Florença, como vc achou melhor.sei que vc vai precisar de mais detalhes, do que queremos, estou mandando este email, só para que vc se lembre somos de interior de sao Paulo cidade de limeira. Depôs de Milão vamos de trem para paris, e e com isto que estou preocupada precisamos comprar as passagens, e queremos uma indicação sua também para isto.
    Aguardo resposta se possível rápido

    Abraços sandra juliani

    9 de março de 2013
  • Damares Lombardo

    Damares, chegaremos em Milao no dia primeiro de outubro as 22 hs. Pernoitaremos no hotel e Pretendemos alugar um carro e ir conhecer a regiao dos lagos e tbm dar uma passada pela regiao de Alba visitar viniculas. Voltaremos para o Brasil no dia 9 de outubro. No inicio de outubro ainda teremos condiçoes agradaveis para visitar os lagos? Esse periodo sera suficiente para esse roteiro? Fico grata por sua ajuda. Abs

    24 de agosto de 2015

Deixe Um Comentário