Málaga em 1 dia entre passeios e tapas

Na maioria das vezes, Málaga é o ponto de chegada ou de partida para quem visita a região da Andaluzia, no Sul da Espanha. A zona é um destino turístico popular, sobretudo para passar férias de verão. A poucos quilômetros daqui, encontra-se um concentrado de localidades balneárias com opções para todos os gostos, desde a luxuosa Marbella e Puerto Banus, a Torremolinos, com diversão desenfreada.

Passeio de 1 dia em Málaga

Visitar o centro de Málaga em apenas um dia, não é assim tão difícil, a maior parte das atrações da cidade, estão concentradas aqui e a poucos metros de distância umas das outras.
Durante minha viagem pela Espanha, mais precisamente pela região da Andaluzia, fiquei hospedada em Marbella e fiz alguns bate-voltas, e Málaga foi um deles.

Meu itinerário na cidade iniciou com visita ao Mercado Central de Atarazanas. Alguns dias antes de ir a Málaga, montei o percurso do dia – como faço sempre antes de visitar um novo lugar – e descobri que o mercado principal ficava no centro a poucos passos das ruas, praças e atrações da cidade que gostaria de conhecer. Sendo assim, eu não poderia perder da oportunidade de conhece-lo, pois adoro mercados. Funciona de segunda a sábado das 9h às 15h.

Frutas, peixes e frutos do mar

Mercado Atarazanas

O edifício original de Joaquín de Rucoba, com influências no Les Halles de Paris, tem uma estrutura em ferro que remonta a 1885. O mercado é dividido em três seções: a direita é dedicada a carne, no centro ao peixe e à esquerda as verduras e frutas.

Já comecei o dia comendo uma deliciosa salada de fruta fresquinha!

Mercado de Malaga

Vitral ao interno do mercado de Atarazanas

Caminhando por ruazinhas, cheguei na ampla Plaza de la Constitución. Esta praça era o centro da vida local desde a época da reconquista, durante a qual foi chamada Plaza de las Cuatro Calles. Ela teve também outros nomes – Plaza Mayor foi um deles – até que em 1812 passou a ser chamada de Plaza de la Constitución.

Plaza de la Constitucion

Plaza de la Constitución

Plaza de la Constitucion-002

Plaza de la Constitución

A partir daqui, você pode escolher como prosseguir com o itinerário para visitar as atrações da cidade.
Eu fui passeando pelas ruas sem pressa em direção a catedral com parada para comer o primeiro “tapas” com uma cervejinha gelada, porque o calor estava pegando.

Edifico em Málaga

Se você fizer uma viagem pela Espanha, vai encontrar a palavra tapas escrita em vários bares. Tapas são uma instituição em toda a Espanha, mas elas dão o melhor de sí na região da Andaluzia, onde a gastronomia combina aos sabores do Mediterrâneo, reminiscências árabes.

O bar Las Tortugas na Calle Santa Maria, foi um achado ótimo, pois não estava na minha lista, mas o preço estava muito convidativo (1,50 euro cada tapas com um choppinho) e o lugar era bacaninha.

Se você não conhece, deve estar ai se perguntado que diaxo são esses tapas, não é mesmo?
Também chamados de pinchos, são pequenas porções de tira-gostos acompanhadas com uma bebida, cerveja ou vinho. Um tapa corresponde a uma porção, enquanto uma racion compreende dois ou três. Os bocadillos, no entanto, são sanduíches com os mesmos ingredientes dos tapas, mas que você consome no balcão. As tapas espanholas se tornaram a melhor maneira de comer algo rápido e saudável na Europa, com todos os sabores da cozinha mediterrânea e seus vários ingredientes como pão, peixe, azeite, legumes e outros elementos-chave da cozinha do sul da Europa.

É normal passar por vários bares para comer tapas, tipo um consumo itinerante: tomar uma bebida comendo tapas e depois seguir para outro local para continuar com a degustação.

Aperitivo

Petiscos – Tapas

Pertinho do bar, encontra-se a catedral da cidade, Catedral de la Encarnación, também chamada de “La Manquita”, devido a uma das duas torres que foi deixada inacabada. A entrada, com um órgão bonito e majestoso, é a pagamento e não pode tirar fotos em seu interno. Foi construída entre 1528 e 1782 no local de uma antiga mesquita.

Catedral de Málaga

Catedral de la Encarnación

A praça da catedral é pequena mas bem aconchegante, com o belissimo Palácio Episcopal que domina a área com sua fachada amarela, rosa e cinza. Edificado entre 1500 e 1700, hoje abriga o Museu Diocesano.

Palacio Episcopal

Palácio Episcopal e euzinha!

Daqui você pode ir para o Museu de Picasso (Málaga é a terra natal de Picasso), que há uma magnífica coleção de 204 obras. O bilhete custa € 10 para ver a Exposição + Picasso.

Museu Picasso em Malaga

Museu Picasso

Fiz um passeio bem gostoso pelas ruas do centro. Calle Granada e Calle Molina Lario, são ricas de locais e restaurantes.

Centro de Malaga

O centro da cidade é uma mistura de parte velha e moderna praticamente no mesmo lugar, e tudo bem cuidado.

Centro histórico

Centro de Malaga-003

Dei uma passada na frente de Alcazaba – uma espécie de pequena Alhambra – mas não a visitei, porque durante essa viagem no Sul da Espanha, eu tinha visitado Alhambra em Granada, então preferi passear pelas ruas de Málaga e curtir mais o lugar.

No local há também um castelo de nome Gibralfaro, de onde tem-se um magnífico panorama da cidade. Este enorme complexo, situado na colina de Gibralfaro era, em seu tempo, o palácio onde vivia os governantes muçulmanos da cidade. Se trata de um palácio fortaleza, construído no século XI por vontade do rei de Granada, Badis. O bilhete de ingresso pode ser combinado pagando € 3,55 para visitar Alcazaba+castelo de Gibralfaro.

Alcazaba

Alcazaba

Como em toda a região do Sul da Espanha, também em Málaga há restaurantes e bares de tapas em cada esquina. O centro está cheio deles, mas eu já sabia onde iria tomar meu aperitivo das 18h, na Bodega El Pimpi! Eles servem umas sardinhas no espeto deliciosas. O preço não é dos mais baratos, mas também não é assim tão caro, com € 20 come-se bem. Paga-se caro se pedir vinho de qualidade, se ficar no chopp custa mais barato.

Bar El Pimpi

Bodega El Pimpi

El Pimpi ganhou sua fama por ser um ponto de encontro de artistas, políticos, gente do mundo do flamenco e da cultura. Antonio Banderas e a família Picasso também passaram por aqui. Subindo as escadas dentro do local para chegar ao bar, você vai ver pendurado na parede, quadros com fotografias de personagens famosos que por aqui passaram.

Bodega El Pimpi

Bodega El Pimpi

Bodega bar El Pimpi em Málaga

Bodega El Pimpi

O lugar apresenta grandes espaços com diferentes ambientes. Adorei as partes externas com vasos de plantas pendurados nas paredes. Uma ótima pedida é comer no terraço no verão com vista para Alcazaba.

Bar El Pimpi

Bodega El Pimpi

Bar El Pimpi em Málaga

Bodega El Pimpi

El Pimpi foi fundado em 1971, está localizado em uma antiga mansão do século XVIII, na Calle Granada, com um ingresso também na Calle Alcazabilla, pertinho de Alcazaba.

[caixa title=”Dicas”]

Principais eventos da cidade 

O Festival de Cinema que acontece no final de março, um dos maiores e mais movimentados da Espanha.

A Semana Santa com fiéis e procissões intermináveis.

A Feria de agosto é a maior em número em toda a Espanha, um espetáculo difícil de descrever com 10 dias de festa continua nas ruas do centro e do Recinto Ferial.

Conselho útil: se você programar sua viagem para Málaga no período da Semana Santa ou da Fiera de Agosto, recomendo a reservar com bastante antecedência sua reserva de hotel, se trata de eventos com um enorme afluxo de turistas.

Se for alugar um carro para viajar pelo Sul da Espanha,  Rentalcars oferece ótimos preços com atendimento de qualidade.

[/caixa]

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. No momento vive na linda região de Lisboa, pertinho do mar! Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

contato1@keviagem.com

Comentários
  • Damares Lombardo

    Adorei todos seus comentarios e sugestoes parabens por comoartilgsr suas experienciad um abraco

    28 de julho de 2016
  • Damares Lombardo

    Obrigado por compartilhar as informaçoes.

    6 de setembro de 2016
  • Damares Lombardo

    Olá!! Gostei muito de suas dicas!! Você já foi no CAMINITO DEL REY ? Estarei visitando o Sul da Espanha , incluindo Málaga no final de setembro/2017 e gostaria de algumas dicas.

    26 de julho de 2017
  • Damares Lombardo

    Olá! Acha interessante o passeio de Hop on Hop off em quais cidades da Andaluzia? Vou para lá e serão poucos dias em cada cidade (Córdoba, Sevilha, Málaga, Almeria e Granada) e vou ficar hospedada sempre na região central… Você acha interessante utilizar o ônibus panorâmico para alguma delas?

    17 de agosto de 2017
  • Damares Lombardo

    Damáris, olá
    Iremos para a Espanha em outubro juntamente com um casal …iremos passar pela região da Andaluzia …vc recomenda ficar hospedado em Málaga? Queremos ir até Ronda qd nos dirigirmos até Tarifa , onde pretendemos atravessar para o Marrocos(Tanger). Vc acha tem algum comentário sobre Tanger e Tarifa?

    9 de setembro de 2017

Deixe Um Comentário