Modena: a cidade das arcadas

Modena é uma cidade de dimensão perfeita – nem grande nem muito pequena – que oferece uma ótima
qualidade de vida. Está localizada ao longo da histórica Via Emilia romana, sobre uma pequena colina, na Emilia Romagna, apenas a 40km de Bolonha.

É uma cidade muito animada do ponto de vista cultural e social, apresenta uma atmosfera típica medieval, mercados vibrantes, praças e prédios antigos. Uma das coisas que me chamou atenção, foi a quantidade de barzinhos presentes em seu centro histórico, todos com mesinhas nas calçadas e com muita gente papeando e tomando drinks. 

Uma das grandes características do centro histórico de Modena, é o enorme número de arcadas que dão um toque especial à cidade.

 Vamos juntos descobrir o que fazer em Modena

                                                           Arcadas do Centro Histórico

Centro Histórico de Modena

A cidade é famosa no mundo inteiro sobretudo por alguns personagens que são símbolos internacionais como Enzo Ferrari (fundador da Ferrari) e Luciano Pavaroti (tenor), e por certos produtos da sua gastronomia: vinagre balsâmico, vinho lambrusco, queijo parmezão.

“Caso tenha o sonho de dirigir uma Ferrari, veja a página para conhecer os ótimos preços que keviagem reservou para você: Dirigir uma Ferrari em Maranello.”

Mas o lugar vai muito além, é uma cidade que em poucas décadas, tornou-se uma das mais ricas e mais avançadas da Europa. Tem uma alta renda per capita, uma baixa taxa de desemprego, muita exportação e uma boa qualidade de vida. Há também muita área verde, 76 quilômetros de ciclovias, 16 cinemas, 25 bibliotecas e uma das mais antigas universidades europeias.

Hoje, Modena é mais conhecida como a “Capital dos motores”, pela presença das famosas empresas de automóveis: Ferrari, Lamborghini (situadas em Maranello, que é província de Modena) Maserati.

o que fazer em Modena

Piazza Grandi é o coração da cidade, o lugar em que surgiram – e ainda existem – os centros do poder político, administrativo e religioso. A praça é um espaço quadrangular criado na segunda metade do século XII, manteve-se intacta ao longo dos séculos e chegou até hoje praticamente igual ao período de sua construção.

A UNESCO reconheceu o valor universal dos tesouros de Modena, declarando o Duomo, a Piazza Grandi e a Ghirlandina, Patrimônio Mundial da Humanidade.

Na praça encontram-se edifícios emblemáticos dos acontecimentos da cidade, erguidos logo após o início do ano 1000: a catedral de Modena, o edifício municipal e a Ghirlandina.

A construção da catedral de Modena é românica, iniciou em 1099 pelo engenheiro Lanfranco e o escultor Wiligelmo, terminando  em 1184 passando por outras mãos ao longo destes anos. A catedral é um esplêndido exemplo da arte românica que surpreendeu os contemporâneos e que ainda continua a surpreender com sua extraordinária beleza e originalidade.

Catedral de Modena

Catedral de Modena

A Torre Cívica, mais conhecida com o nome de Ghirlandina, é um dos símbolos que caracterizam a cidade, e foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO. O nome, curiosamente, parece ser devido à fileira dupla de grades metálicas que constituem sua coroa. Acredita-se que a construção da torre tenha sido realizada em duas fases sucessivas. A Ghirlandina tem quase 88 metros de altura, foi construída  junto com a catedral, sendo ligadas por dois arcos. Foi constatado que, desde os primeiros tempos, a Ghirlandina atuava como uma torre de controle: a partir de seu cume, tinha-se o monitoramento para abrir as portas de Modena e avisar qualquer situação de perigo para os cidadãos.

o que fazer em Modena

Ghirlandina de Modena

O Palácio Ducal, atual sede da Academia Militar, representa uma das obras-primas da arquitetura barroca residencial do norte da Itália. Foi construído pela vontade do Duque Francesco I d’Este, projetado por Bartolomeo Avanzini, sendo edificado a partir de 1634.

o que visitar em Modena

Palácio Ducal

Todos os anos, em setembro, acontece na cidade o Festival de Filosofia que dura três dias, com palestras e conferências dos filósofos e pensadores mais iluminados nas praças públicas, teatros e igrejas do centro histórico. O festival é seguido também com exposições e instalações, leituras e performances, espetáculos e filmes, shows, jogos e muita comida.

[caixa title=”Saiba mais”]

Maranello: entre Ferraris e gastronomia
Descubra cidades medievais na Emilia Romagna
Pratos típicos da gastronomia italiana

Organize sua viagem para Itália visitando os links abaixo

Reserve seu hotel aqui
Viajando de carro, alugue aqui

Siga Keviagem nas redes sociais:
instagram
facebook
twitter

[/caixa]

 

 

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. No momento vive na linda região de Lisboa, pertinho do mar! Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

contato1@keviagem.com

Nenhum Comentário

Deixe Um Comentário