Muitos eventos na Europa para homenagear o gênio Leonardo da Vinci

Você está organizando uma viagem à Europa para o ano de 2019? Então não perca essa super dica de eventos na Europa para conhecer as incríveis obras de Leonardo da Vinci.

Leonardo nasceu na Itália em 1452, mas morreu na França no dia 2 de maio de 1519, no Valle della Loira, onde era hospede a pagamento do rei Francesco I.

Será um ano totalmente dedicado a este gênio que conquistou o mundo, mas a disputa está cerrada entre museus e instituições do Velho Continente para conseguir ter as melhores obras do artista.

A Holanda, muito sabiamente, antecipou os eventos na Europa referentes ao aniversário da morte de Leonardo abrindo as comemorações no Museu Teylers em Haarlem, com uma exposição sobre os estudos de fisionomia do artista que começará em outubro de 2018, até o dia 6 de janeiro de 2019. O museu holandês não possui obras de Leonardo mas, de acordo com o jornal britânico, pretende pegar em empréstimo 30 desenhos, metade da Royal Collection do Reino Unido e o resto dos principais museus, incluindo as instituições de Budapeste, Viena e Paris.

A Itália também vai se mover com antecedência, pois a Galleria dos Ofícios de Florença irá inaugurar uma mostra no dia 29 de outubro que vai até 20 de janeiro de 2019. E adivinhe quem vai empestar uma das obras de Leonardo da Vinci a Galleria? Nada mais e nada menos que Bill Gates da Microsoft! Ele é proprietário do Codex Leicester (o código Hammer), realizado por Leonardo entre 1507 e 1508 em Florença.

Também em Florença, o Museu Galileo está planejando uma exposição sobre Leonardo e seus livros, que será aberta em abril de 2019. Além disso, estão trabalhando na reprodução de uma máquina de movimento perpétuo que deve ser apresentada em Florença e em Londres.

Em Turim, que abriga treze desenhos de Leonardo, incluindo o famoso autorretrato, o homem vitruviano e o código de vôo, por ocasião do 500º aniversário, estão organizando para conseguir deixar todas essas obras num lugar definitivo. Muito provavelmente será nos Musei Reali.

Eventos na Europa

Milão também foi uma das cidades de Leonardo da Vinci onde ele viveu e trabalhou de 1482 a 1499. Milão é a cidade que possui o Ritrato di un musicista ( 1490); o Codice Atlantico (1478–1519), o Cenacolo e a Sala dos Ases, no castelo Sforzesco, com afrescos de Leonardo, que poderá ser um dos centros comemorativos para o ano das comemorações e eventos na Europa relacionados ao artista.

E não poderia faltar a participação do Louvre de Paris, com a apresentação da maior obra no outono em 2019.
O objetivo é coletar o maior número de obras de Leonardo, além da Gioconda, o símbolo do museu, o Louvre tem quatro outras pinturas de Leonardo, e está em uma posição privilegiada para ter acesso ao empréstimo da Salvator Mundi, a obra vendida em novembro passado a 450 milhões de dólares a um comprador do Golfo para o Louvre Abu Dhabi.

Outro ponto central para as comemorações do aniversário da morte de Leonardo da Vinci, será o castelo de Amboise, onde Leonardo morreu. A Clos Lucé, a casa de Leonardo, vai sediar uma exposição (1 de junho a 2 de setembro de 2019) em torno a tapeçaria da “Última Ceia”, criada por Francesco I em 1533. A obra será emprestada pelos Museus do Vaticano.

E se você for passar pela Inglaterra, a Royal Collection, que tem mais de 500 desenhos do artista (herança de Carlos II), organizará alguns momentos de exibição na Queen’s Gallery, no Buckingham Palace e na Holyroodhouse, em Edimburgo.
A Royal Academy of Arts de Londres, por outro lado, exibirá permanentemente uma cópia em tamanho real da Última Ceia no Burlington Gardens, quando reabrirá em 19 de maio. A obra, criada por volta de 1520, é atribuída a Giampietrino e Marco D’Oggiono.

Estes são apenas alguns eventos na Europa ligados as comemorações do aniversário da morte de Leonardo da Vinci, mas com certeza irão ter muitos outros. Não deixe de se informar antes de partir para saber o que vai estar rolando pelas cidades da Europa que visitará.

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. No momento vive na linda região de Lisboa, pertinho do mar! Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

contato1@keviagem.com

Nenhum Comentário

Deixe Um Comentário