O que fazer no Lago de Como em 1 dia

Uma das grandes dúvidas de muitos turistas é o que fazer no Lago de Como em pouco tempo.

Será que daria tempo de visitar a cidade e fazer um passeio de barco?

Será que eu conseguiria ver as lindas vilas?

Será que eu conseguiria pegar aquele panorama magnífico a partir de Brunate?

Tenho uma boa resposta para você! SIMMM! Mas claro que pra isso é necessário se organizar direitinho.
Fazer um bate e volta ao lago de Como a partir de Milão é um dos passeios mais desejados pelos turistas. Além de ser um passeio muito prazeroso num lugar lindo, chega-se muito comodamente de carro ou trem.

O Lago de Como é o terceiro maior lago da Itália, perdendo só para o Lago de Garda  e o Lago Maggiore.
Seu charme e a beleza sofisticada de seu centro, a esplêndida vista que Brunate proporciona, as deslumbrantes vilas (mansões) com vista para o lago o torna um destino muito procurado e nos fins de semana de verão é invadido por muitos grupos de turistas.

bate e volta ao Lago de Como

 

Um dia pode ser suficiente para visitar o Lago de Como, mas se quiser passear pelo centro histórico, conhecer a Vila Olmo, fazer um passeio de barco e subir até Brunate, chegue cedo (entre às 9h) em Como para conseguir fazer tudo num só dia. Ah, e você só vai conseguir fazer tudo isso se sua visita por lá for no verão quando os dias são bem longos. Outra dica para conseguir fazer tudo sem estresse no mesmo dia, é procurar fazer um bate e volta no Lago de Como durante a semana para evitar muitas filas.

O que fazer no Lago de Como

Centro Histórico de Como
A Porta Torre é a entrada principal do centro histórico de Como, você irá perceber logo que ele é bem pequeno, mas cheio de coisas interessantes e enriquecido por detalhes nas fachadas das casas e edifícios que o embelezam. É muito bacana passear por suas ruas estreitas, procurando recantos escondidos e espiando dentro das portas abertas (alguns escondem maravilhosos pátios).

bate e volta ao Lago de Como

centro histórico de Como

o que fazer no Lago de Comocomo chegar ao Lago de Como

 

Museu Arqueológico e Museu Histórico
Não muito longe da Porta Torre, na piazza Medaglie d’Oro, há dois belos edifícios que abrigam museus ligados entre si por um itinerário único de museu e, fisicamente, por um par de passarelas suspensas.
O Museu Arqueológico Paolo Giovio está situado no Palazzo Giovio, antigamente foi a residência dos homônimos condes. Está dividido em várias seções, todas dedicadas à arqueologia e, em particular, às descobertas encontradas no território lariano.
Os destaques do museu são o sarcófago egípcio da múmia Isiuret e o chamado Carro della Cà Morta, um carro funerário que remonta ao início da Idade do Ferro.
O pátio é bem bonito e através dele tem-se acesso ao lapidário e a uma pequena sala onde fica o que restou de um lindo mosaico romano.
No edificio ao lado, Palazzo Olginati, é onde Giuseppe Garibaldi ficou hospedado em 1866, e hoje é a sede do Museu Histórico Giuseppe Garibaldi.
A visita aos museus leva em torno de uns 40 minutos. Mas se você é um grande apreciador de arquitetura, então vai ficar mais tempo admirando as belezas do interior dos museus.
O bilhete custa 4€ e estão abertos todos os dias das 10h ás 18h, exceto às segundas-feiras.

O Duomo de Como
Considerado um dos mais belos monumentos do norte da Itália, a Catedral de Como é um edifício complexo e articulado, iniciado em 1396 e concluído em 1740 com a elevação da cúpula de Filippo Juvara, arquiteto do rei da Sardenha.
Foi construída para substituir a catedral românica de Santa Maria (1015), apesar de apresentar estilos diferentes (fachada gótica, laterais e portais laterais renascentistas), preserva um conjunto harmonioso e grandioso. A fachada imponente com pináculos é rica em decorações de escultores, principalmente a partir da oficina de Giovanni Rodari. O interior em estilo gótico é dividido em três naves divididas por 10 pilares e preserva numerosas obras de considerável importância.

Duomo de Como

Acima da porta de entrada da catedral encontram-se 5 estátuas: no centro Nossa Senhora com o bambino, ao seu lado está o santo Giovanni e Abbondio, nas laterais o santo Proto e Giacinto.

Palazzo Broletto
O antigo edifício municipal, o Broletto (da palavra latina “brolo”, espaço aberto onde os cidadãos se reuniam e portanto por extensão o lugar encarregado das assembléias da cidade) foi construído em 1215 por vontade do prefeito Bonardo da Cadazzo ao lado da Catedral, como se simbolizasse a continuidade entre a autoridade civil do bispo e a nova potência municipal que ampliava seu controle sobre o território diocesano.

bate e volta ao Lago de Como

 

Templo Voltiano
Volta, que inventou a lanterna e descobriu o metano, nasceu em Como em 1745 e aqui ele teve deslumbrantes iluminações.
E é o Templo de Volta – também criado para o primeiro centenário de sua morte – que dá a oportunidade de conhecê-lo um pouco melhor.
O edificio é pequeno por dentro, mas contém numerosas relíquias do trabalho de Volta, tanto que um entusiasta pode ficar nele por horas analisando-as uma por uma.
O Templo de Volta está aberto todos os dias, exceto às segundas-feiras, das 10h às 18h e o ingresso custa € 4.
É possível comprar um bilhete único que permite visitar o Museu Arqueológico Paolo Giovio, o Museu Histórico Giuseppe Garibaldi, a Galeria de Arte Cívica e o Templo de Volta ao preço de 10 € .

centro histórico de Como

 

P.S. Chegando nesse ponto, você vai ter Villa Olmo à esquerda e o funicular à direita. Decida o que prefere fazer primeiro.

Villa Olmo
Caminhe ao longo do lago até chegar à Villa Olmo e seu jardim paisagístico, são apenas cerca de 15 minutos do centro histórico.
A vila, em uma posição invejável no lago, é um belo exemplo da arquitetura neoclássica.
Seu jardim é um lugar maravilhoso para passar um tempinho relaxado enquanto se contempla o lago. O interior da vila é uma sucessão de salas lindas e pode ser visitada gratuitamente de terça a domingo das 10h às 18h.

 

Brunate
Para desfrutar de uma visão mais ampla da região, a melhor maneira é pegar o funicular que liga Como a Brunate.
Brunate é uma pequena cidade a pouco mais de 700 metros acima do nível do mar que oferece vistas incomparáveis de Como e do lago.
A estação de partida é visível a partir do lago. O funicular está ativo todos os dias das 6h às 22h30 e o bilhete de ida e volta custa € 5,50        (€ 3 só uma viagem).

o que fazer no Lago de Como

A linha presente na colina é o percurso do funicular para chegar a Brunate

 

Pelo visto você vai ter bastante o que fazer no Lago de Como, não é mesmo? E será que vai dar tempo de fazer um passeio de barco? Se você chegar no centro histórico às 9h da manhã, vai conseguir encaixar sim um passeio de barco de 1 hora. Recomendo a fazer o passeio de 1 hora “Primo Bacino di Como”. Este é o passeio mais curto.
Deixo aqui o link para você pesquisar e saber mais detalhes: navigazionilaghi.it

Como chegar ao Lago de Como

Carro: 
Pegue a auto-estrada A8 e, em seguida, a E35 / A9 para Como / Chiasso. Depois de pegar a E35 / A9 siga para a saída “Lago di Como”, que é também a última saída antes da fronteira com a Suíça, na rotunda siga as indicações para Menaggio ao longo da SS340.

Trem:
Se você não estiver de carro, pode pegar o trem na estação Porta Garibaldi  ou Stazione Centrale para Como San Giovanni. A viagem dura cerca de 40 minutos e o bilhete viajando com o trem regional custa € 4,80.

 

Onde ficar no Lago de Como

E se você decidir dormir no Lago de Como para visitar a região com mais calma e conhecer outros lugares encantadores como Bellagio, recomendo que reserve com uma certa antecedência para conseguir preços melhores, sobretudo no verão.
Se você estiver de carro poderá se hospedar fora da cidade e conseguir preços até mesmo mais baixos.

Sugiro reservar com booking.com, onde você encontrará preços melhores e poderá inclusive cancelar até 48 antes de sua entrada sem penalidade (vale para muitos hotéis, mas não para todos).

 

PARA ACOMPANHAR KEVIAGEM NAS REDES SOCIAIS

SIGA NO FacebookInstagramTwitter

 

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. No momento vive na linda região de Lisboa, pertinho do mar! Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

contato1@keviagem.com

Comentários
  • Damares Lombardo

    Damares, boa noite. Amei o roteiro para o Lago de Como. Em outra oportunidade, há uns três anos comentei que gostaria de viajar com vc de Milão ao Lago de Como mas vc falou que não fazia. Bem, o ano que vem irei se Deus quiser. Adorei!!! A minha intenção é passar uns dois dias. Me despeço te agradecendo. Boa noite.

    23 de julho de 2019

Deixe Um Comentário