Alugue um carro elétrico para conhecer Milão

Já pensou em conhecer Milão com um carro elétrico?

No centro de Milão, na área “C”, que se chama ZTL (zona limita ao trânsito), é probida a entrada de carros com motores mais antigos, ou seja, aqueles que provocam mais poluição ao meio ambiente. Cada vez que um carro entra nessa área (somente aqueles com motores menos poluentes), paga uma taxa de 5 euros. O objetivo dessa restrição, é ajudar a diminuir o forte fluxo de carros no centro da cidade, que causava sempre muita confusão, além de poluir.

Estas restrições não são presentes somente aqui em Milão, mas também em outras cidades europeias.

Dirigir em Milão, ou em qualquer cidade grande na Europa, é um caos, primeiro, porque os estacionamentos são todos a pagamento e caros, segundo, que tem sempre trânsito, terceiro, porque muitas ruas são estreitas e com tanta gente caminhando, e quarto, porque têm muitas restrições para entrar nos centros históricos. Por isso eu uso sempre o metrô para ir ao centro de Milão, é prático e rápido.

Como conhecer Milão com um carro elétrico

Fazia um tempão que eu estava namorando uns carrinhos elétricos que rodam pela cidade, doidinha para entrar em um deles e me enfiar pelo centrão da cidade. Eles parecem carros de brinquedo, uma fofura.

Este foi meu brinquedinho de hoje a tarde. Não é lindinho? Ele se chama Renault Twizy 80

conhecer Milão

Mas ai eu pensava: puxa vida, eu moro aqui, pra que vou gastar dinheiro alugando um carrinho desse sem necessidade? De repente, mais que de repente, chega uma promoção da Groupon no meu email com um desconto maravilhoso para eu pegar meu carrinho de brinquedo por 24 horas pagando apenas 8 euros, não resisti, comprei!!!

dirigir em Milão

Aproveitei que tinha que fazer mil coisas no centrão, e lá fui eu hoje a tarde com Nicky, o maridão.

Gente, esse brinquedinho é uma maravilha, ele chega no máximo a 80km por hora, tem uma autonomia de bateria para 100km, não faz barulho, não paga estacionamento (porque pode deixa-lo nos espaços reservados para motos), pode percorrer nas faixas com prioridade para táxis e ônibus, tem permissão para circular mesmo nos dias de stop de carros na cidade, não paga para entrar na zona ZTL, pode entrar em todas as ruas do centrão e não tem despesa de gasolina.

Eu realizada no carrinho! É tão bom quando a gente realiza um sonho, né? Mesmo que seja uma coisa assim simples, é delicoso.

conhecer Milão

Está é uma ótima opção para conhecer Milão podendo entrar em seu centro histórico sem problemas.

Quando você aluga um carro elétrico, a locadora te entrega um cartão magnético para poder recarregar o carrinho em vários pontos da cidade. Junto vem também um mapa indicando onde se encontram esses pontos.

Aqui abaixo paramos para recarregar a bateria, porque quando o pegamos na locadora, tinham acabado de devolve-lo e não estava completamente recarregado.

dirigir em Milão

Aqui Nicky vai recarregar com o cartão magnético

conhecer Milão

centro de Milão

carro elétrico

O valor normal é de 30 euros por 24 horas, mas se alugar por mais dias tem desconto. Por um mês vai custar a metade, 15 euros por dia, por 5 dias, 27 euros, por 7 dias, 25,70 euros. Estes são os valores da locadora onde alugamos, mas em geral, o preço é esse.

Para te ajudar a conhecer Milão em maneira diferente e ecológica, deixo aqui 1 link pra você pesquisar disponibilidade e preços: Share’ngo

O carrinho só tem lugar para duas pessoas, eu dirigi bem pouquinho, só para experimentar mesmo, porque o espaço na parte de trás era muito estreito para as pernas do Nicky. Então já vou logo informando, quem tem pernas cumpridas e for muito cheinho, não cabe na parte de trás.

Me esbaldei!!! Finalmente pude entrar naqueles cubilos de vielas que só tinha passado até hoje a pé.

Veja como é estreita a parte de trás

dirigir em Milão
Você vai usa-lo como moto, mas não é moto (eu não gosto de moto, tenho o maior medão), é super fácil de dirigir e não tem câmbio, maravilha. Pode te ajudar a economizar alguns quilômetros de caminhada, mas lembre-se, a melhor maneira de conhecer os centros das cidades na Europa, é caminhando, colocando o pé na estrada mesmo. Mas achei conveniente, da para ir de um lugar pro outro mais rapidamente e parando quase na porta do local que você vai visitar. Você pode usa-lo para sair a noite, por exemplo. As vezes seu hotel está a poucos quilômetros dos lugares mais animados da cidade, mas é aquele perto que a pé fica longe e pegar um táxi fica muito perto.

Só achei que falta uma coisinha, um bagageiro, porque não tem nem mesmo um lugar para guardar absolutamente nada, então não pode deixar nadica no carrinho.

No inverno você poderá conhecer milão também dentro de um carrinho desse, porque tem opções com janelas, mas não tem aquecedor.

[caixa title=”Saiba mais”]

Mercado outlet em Milão
Conheça o castelo de Milão
Aperitivo em Milão

Organize sua viagem para Itália visitando os links abaixo 

Reserve seu hotel com o booking.com
Viajando de carro, alugue com Rentalcars

Siga Keviagem nas redes sociais:
instagram
facebook
twitter

[/caixa]

 

 

 

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. No momento vive na linda região de Lisboa, pertinho do mar! Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

contato1@keviagem.com

Comentários
  • ELIEZER ZAC

    O Brasil poderia ter uma politica de fabricar este tipo de veiculo. É util para quem muda de lugar de trabalho tres vezes por dia, mas com media de 25 a 40 km por dia.
    Achei sensacional. Faria um porta objetos debaixo do banco dianteiro.

    12 de julho de 2013

Deixe Um Comentário