Sorrento

Sorrento: sugestões e emoções de uma cidade

Sorrento é a bela cidade do limão na península sorrentina, onde a paisagem é caracterizada por uma alternância de mar e montanhas. Construída sobre um cume de tufo, contém características únicas no mundo do tipo naturalista, cultural, artística e de folclore.

Foi fundada pelos gregos e existe desde a fundação de Roma. É um lugar de mitos, chamada de Terra das Sereias (Sirentum) ou Surréo (Escorrer), nome dado pelos gregos que ficaram encantados pela quantidade de córregos de águas cristalinas que desaguavam no mar.

A posição do lugar é tão incrível, que é meta turística desde época romana. Também não é pra menos, está situada em frente ao golfo de Nápoles presenteando a seus visitantes um panorama extasiante com o Vesúvio como pano de fundo.
Reis e nobres de toda a Europa se apaixonaram por Sorrento e aqui construiram mansões das quais muitas hoje são hotéis de luxo.

Vista do Vesuvio

Vista do Vesuvio

É a porta de entrada para visitar a Costa Amalfitana. Sendo a maior cidade da região e com mais opção de diversão e um grande número de ofertas de hotéis – inclusive com preços mais baixos do que Positano, Amalfi e Ravello – é meta escolhida por muitos turistas como base para desvendar a àrea.

Passeio no centro de Sorrento

O centro é pequeno e dá pra fazer tudo a pé. Sugiro começar a visita na Piazza Tasso, o coração da cidade dedicada ao grande poeta Torquato Tasso que aqui nasceu em 1544.

A praça se abre em direção a Corso Italia, a principal rua com muitas lojas, sorveterias e bares. Ah, e se um dia você estiver visitando o lugar e acordar achando que precisa fazer uma escova ou até mesmo cortar os cabelos, vai encontrar também salão de cabeleireiro.

Piazza Tasso - Sorrento

Piazza Tasso – Sorrento

Deixe-se perder por suas ruazinhas estreitas e pitorescas conhecendo os cantinhos mais sugestivos do local. Entre uma loja e outra, você vai encontrar muitas que vendem o famoso e delicioso (pelo menos eu adoro) licor feito com o limão de Sorrento, Limoncello. Aliás, você poderá até se esbarrar em alguma árvore de limão, tem muitas espalhadas em ruas e praças.

Centro histórico de Sorrento

Centro histórico de Sorrento

Centro histórico

Centro histórico

“O limão de Sorrento obteve o IGP (Indicação Geográfica Protegida) e pode ser chamado Limoncello, apenas os licores produzidos com citros IGP da Península de Sorrento.”
O limoncello é usado sobretudo como digestivo após as refeições, é servido frio em copinho de vidro apropriado. Sua cor é amarela intensa e o aroma e o sabor são excelentes. O creme de limoncello e o sorbeto também são deliciosos, não deixe de experimentar.

Limoncello de Sorrento

Limoncello de Sorrento

Uma das produções típicas de Sorrento são sandálias de couro, em alguns casos, feitas perante os olhos dos clientes em poucos minutos. Na realidade, é uma tradição e uma disseminação de produção em toda a península de Sorrento e em muitos centros da Costa Amalfitana.

Loja de artigos de couro

Loja de artigos de couro

Seguindo em direção ao mar, você vai encontrar muitos lugares para apreciar o Vesúvio e o golfo de Nápoles. Só toma cuidado pra bateria da sua máquina fotográfica não descarregar, porque vai ser foto que não acaba mais!

[caixa title=”ONDE SE HOSPEDAR EM SORRENTO”]

Veja minhas dicas de onde se hospedar em Sorrento testadas e aprovadas:

Hotel la Piazzetta Guest House
O hotel é simples mas limpo e bem posizionado, super central. É gerenciado por uma família (proprietários) que cuida aos mínimos detalhes de tudo. Tem banheiro privativo e inclui café da manhã.
Reserve aqui.

Relais Villa Angiolina 3*
Bom hotel, mas recomendo pra quem está viajando de carro porque está um pouco distante do centro pra ir caminhando.
Reserve aqui.

Hotel Maison Kalea 3*
Encontra-se no centro de Sorrento a 15 minutos a pé da praia. É um hotel novo e super gracinha, tipo um B&B boutique.
Reserve aqui.

[/caixa]

Que tal tomar um aperitivo no final da tarde ao som de um piano no terraço do hotel Bellevue Syrene pegando um visual de arrasar? Chato, né?

Hotel Bellevue Syrene

Hotel Bellevue Syrene

vista do Vesuvio

Eu pegando uma bela vista do Vesúvio no terraço do Hotel Bellevue Syrene

Dê uma chegada ao complexo do convento de San Francesco di Assisi (São Francisco de Assis) para visitar o claustro, é gratuíto. É um dos monumentos mais antigos da cidade, remonta ao século XIV.

Claustro de São Francisco

Claustro de São Francisco

Ao lado do convento, você vai encontrar uma praça que se chama Villa Comunale Giardini Pubblici, este é um dos mirantes da cidade, além de ser o ponto de descida para chegar a praia e ao porto de Marina Piccola.

Descida para chegar em Marina Piccola

Descida para chegar em Marina Piccola

Recomendo a pegar o elevador que está na praça que desce em poucos segundos e suas perninhas não irão se cansar, porque a ladeira é braba. Custa baratinho, 1 euro para descer e 1 para subir.

Chegando lá embaixo, você vai cair no lugar onde as pessoas tomam sol e banho de mar no verão. Na verdade são minúsculas prainhas, e para ter mais espaço foram criadas plataformas montadas com espreguiçadeiras e guarda sol que entram no mar.
As plataformas são super bem equipadas com restaurantes e bares, e tem uma escadinha para descer e tomar banho no mar pra quem não quer se jogar e molhar os cabelos depois da escova…rs.

Marina Piccola

Marina Piccola

Eu peguei as plataformas sendo desmontadas porque já era metade de outubro, geralmente fecham os serviços na praia no começo desse mês, mas esse ano o verão por aqui foi bem longo.

Praia de marina Piccola

Praia de Marina Piccola

O porto de Marina Piccola fica ao lado das plataformas, é de onde partem os barcos para outros destinos como Capri e Nápoles.

Porto de Marina Piccola

Porto de Marina Piccola

Voltando para praça – de levador, é claro – continuando sempre na mesma rua, chega-se no outro porto da cidade, Marina Grande. Se trata um antigo burgo de pescadores – antigamente era o único. É separado do resto da cidade por um promontório em que ficava a casa do neto do imperador Augusto.

Porto de Marina Grande

Porto de Marina Grande

Os residentes amam essa parte da cidade, na alta estação se misturam com os turistas e lutam para ter um lugar nos melhores restaurantes de peixe.

Marina Grande serviu de cenário para filmes, um deles é “Pane, amore e…” com Sofia Loren, em 1955.

Marina Grande

Marina Grande

Apesar do grande fluxo de turista, o clima nesta parte parece ter parado no tempo e tudo é integrado com a história do lugar, até mesmo os restaurantes, locais e estabelecimentos com originais cabanas coloridas empoleiradas no cais.

A noite o lugar fica ainda mais encantador!

Marina Grande

Além dos deliciosos pratos a base de peixe, não deixe de experimentar alguns tradicionais de Sorrento como o canelone de ricota e o nhoque alla sorrentina. E para concluir, coma uma sfogliatella (doce folhado) e tome um sorvete. Tomei 3 sorvetes em três dias na cidade em diferentes sorveterias e todos estavam super gostosoooosss!

Mas sua visita a Sorrento não será autêntica se você sair da cidade sem comer uma pizza e tomar um limoncello. Lembre-se, depois do jantar, peça um digestivo ao garçom, o Limoncello!

Piazza e Limoncello

Pizza e Limoncello

Esta viagem foi feita a trabalho com um grupo de operadores turísticos para visitar a cidade, hotéis e restaurantes. Caso tenha interesse em conhecer a região com uma viagem organizada, visite a página para saber mais detalhes.

[caixa title=”Saiba mais sobre a Itália”]

[/caixa]

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. No momento vive na linda região de Lisboa, pertinho do mar! Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

contato1@keviagem.com

Nenhum Comentário

Deixe Um Comentário