Típica gastronomia alemã

A gastronomia alemã também tem umas receitinhas bem saborosas, e nesse post vou te contar uma que vai deixar você de água na boca e com vontade de prepara-la logo logo.

Este post faz parte de uma blogagem coletiva organizada entre 6 blogueiras brasileiras com residência no exterior. Cada uma de nós vai contar um pouco sobre a culinária do país onde mora com uma receita e dica da bebida local para acompanhar o prato.

Vamos nos deliciar!!!

A gastronomia alemã que todos conhecem, com base em pratos simples e muito nutritivos, feitos com batatas, carne (especialmente salsichas e almôndegas) e chucrute, foi imposta sob o domínio da Prússia.

Na verdade, a cozinha alemã varia muito conforme a região: a Alemanha está dividida em 16 estados conhecidos em alemão como Länder, cada um dos quais tem características gastronômicas únicas.
O contraste do doce/salgado é muito apreciado e as carnes são frequentemente acompanhadas de molhos à base de frutas.

A típica gastronomia alemã, muitas vezes pouco conhecida profundamente, é erroneamente considerada uma cozinha limitada. A tradição de sua culinária é caracterizada por sabores fortes e é bastante diversificada. O processamento das carnes e das salsichas é muito popular em todo o território.

Uma refeição típica alemã quase sempre começa com uma sopa de ervilhas, batatas ou de carne, seguido pelo prato principal, que pode ser carne ou peixe com pelo menos dois acompanhamentos, geralmente batatas, ervilhas, couve, beterraba.

E se como eu estou morando na encantadora Colônia desde 2014, e adorei um dos pratos típicos da cidade – já que voltei a comer carne vemelha – resolvi postar um prato muito saboroso!

O “Sauerbraten” é um prato de carne conhecido na região do Reno pela ocupação romana da qual nasceu a cidade de Colônia. Na época chamada de Agripina. Para conservar esta carne, que era de cavalo, mas hoje em dia usa-se aquela de boi, os romanos a colocavam no vinagre. Assim, ao longo do tempo resultou em uma deliciosa especialidade chamada “rheinischer Sauerbraten” (estufado ácido do Reno).

Rheinischer Sauerbraten com purê de maçã

gastronomia alemã

Sauerbraten – Típico prato alemão

 Receita

Ingredientes para marinar a carne
• 1 xícara e meia de vinagre de vinho tinto
• 1 xícara e meia de vinho tinto
• 1 xícara e meia de água
• 1 colher de sal
• 1 colher de açucar
• 10 grãos de pimenta do reino
• 2 cebolas cortadas em pedaços grandes
• 2 cenouras cortadas em pedaços grandes
• 3 folhas de loro
• 4 cravos
• 8 bagas de zimbro

Ingredientes para o Sauerbraten
• 1 kg cerca de vitela (escolher o corte ideal para cozimento longo)
• Pimenta do reino (a gosto)
• 1 colher de óleo extra virgem
• 150 gr de bacon defumado cortado
• 1 cebola grande
• 2 cenouras
• 2 talos de salsão
• 3 colheres de farinha
• Preparar um caldo knorr de carne
• 1 xícara de “panna ácida” ou yogurte grego (se não encontrar nehum dos dois, colocar um pouco de suco de limão no creme de leite)

Preparação
Em primeiro lugar preparar o molho para marinar a carne:

1 Cortar as verduras para marinar, adicionar os outros ingredientes, levar ao fogo e deixar ferver por 10 minutos. Tirar do fogo, deixar esfriar, despejar sobre a carne e colocar na geladeira dentro de uma vasilha fechada por uma semana.

2. Após uma semana, tirar a carne do molho que ficou marinando, enxugar bem e esfregar os grãos de pimenta do reino. Colocar o bacon numa forma com bordos bem altos e que caiba o pedaço de carne inteiro. Levar a forma com o bacon ao forno quente a 230° até que ele tenha deixado toda a gordura. Adicionar a carne na forma, molhar com a gordura que o bacon soltou, deixar dourar (virando pra dourar todos os lados), depois abaixar para 210°. Colocar as verduras cortadas em pedaços, polvilhar com a farinha. Deixar dourar virando de vez em quando. Continuar com o cozimento molhando com o molho que a carne marinou na geladeira, sem deixar secar, tem que ter sempre um molho. O tempo para a carne assar no forno é de cerca 90 minutos.

No final, adicionar o yogurte grego ou a panna ácida misturando bem. Tirar a carne da forma mas mantendo-a quente (no forno desligado). Passar o molho na peneira, cortar a carne em fatias, colocar num prato quente e derramar o molho por cima.

Este prato da gastronomia alemã, geralmente é servido com “spatzle” (um tipo de pasta alemã) ou com “Knodel” (almôndegas de batatas) ou purê de batata e “Sauerkraut” (repolho roxo) ou com uma espécie de purê de maçã.

Bebida para acompanhar o prato

E claro que este saboroso prato da típica gastronomia alemã não poderia ser servido sem uma deliciosa cerveja da terrinha!

Colônia é também famosa por sua especilidade de ceveja, dourada e bastante leve (em comparação as outras alemãs) chamada de Kölsch. A Kölsch, cerveja de alta fermentação, é servida em pequenos copos finos e compridos. Se passar por aqui, não deixe de experimentar, você vai adorar!

Kölsch

 

Guten Appetit!!!


Blogs participantes da blogagem coletiva:

Dani: Dicas de Roma

Mariana: Buenos Aires, queridos

Jamile: Viver Uruguay

Virna: Uma brasileira na Grécia

Gabrielle: Minha Turquia

 

 

 

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. No momento vive na linda região de Lisboa, pertinho do mar! Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

contato1@keviagem.com

Comentários
  • Damares Lombardo

    Que vontade de provar esse prato com uma cervejinha! Nem precisa ser as excelentes e encorpadas cervejas alemãs, até as brasileiras iriam bem com esse prato que parece ser delicioso.

    Os alemães sabem como usar as carnes. Vou preparar logo. Ótimo post, abraço.

    10 de abril de 2015
  • Damares Lombardo

    Humm só pra deixar os leitores com vontades rsrs.
    Parabéns pelo blog 😉

    2 de maio de 2015
  • Damares Lombardo

    Só uma pequena retificação: o Sauerkraut não é o repolho roxo. Sauerkraut (em alsaciano sûrkrût, daí para o francês choucroute, e daí para o português, chucrute), na verdade, é feito pela fermentação do repolho branco. Embora o repolho roxo (Rotkohl, Rotkraut ou Blaukraut) também possa, em tese, ser usado para fermentar e, assim, criar um “Sauerkraut”, a aparência fica simplesmente medonha, pois fica como uma massa preta(!), e ninguém tem coragem de comer. Normalmente o Rotkohl é utilizado para acompanhar o Sauerbraten, justamente por harmonizar de maneira docemente suave com a carne agridoce. Sauerkraut tornaria o prato excessivamente ácido. E, de fato, Spätzle é um tipo de massa (“pasta” em italiano e inglês) muito simples, uma mistura de farinha ovos e leite, que também vai muito bem com Sauerbraten.

    14 de setembro de 2016

Deixe Um Comentário