Viagem enogastronômica perto de Roma

Você sabe o que é uma viagem enogastronômica? É aquela viagem indicada para pessoas que gostam de comer bem e que apreciam vinho de qualidade!

E se você está procurando dicas para saber o que fazer perto de Roma, Castello Romani (30 km) pode ser uma ótima opção de passeio. Se trata de uma região de vinhedos que produz ótimos vinhos, Frascati, é o vinho mais famoso internacionalmente produzido aqui.

A  denominação de Castelli Romani (Castelos Romanos), refere-se a um conjunto de cidades do Colli Albani (colli=colina), colocados a uma breve distância de Roma, uma cidade cuja história sempre esteve ligada. O nome remonta ao século XIV, quando os nobres de Roma (inclusive papas e cardeais) construíram suas mansões que pareciam quase castelos nesse território para passar suas férias. Esta é uma das áreas mais densamente povoada da região metropolitana de Roma, tanto é que foi incorporada como um de seus bairros.

O território dos “Castelli Romani” é de natureza vulcânica, originada pelo colapso do Vulcão Latium há milhares de anos e 2 lagos que são crateras vulcânicas, lago de  Nemi e Albano. A região é uma ótima opção para fazer uma viagem enogastronômica, combinando com visitas em Mansões (Ville) presentes nas pequenas cidades que se encontram no percurso.

A vantagem é que o lugar encontra-se a poucos quilômetros do centro de Roma, chegando em 30 minutos de trem até Frascati (a maior cidade da região), ou em uma das outras várias cidades da área. A outra vantagem, é que os preços dos hotéis são muito mais baixos. Por exemplo, um hotel 3* em Roma, custa bem mais caro de um 4* aqui, visitei vários e pude constatar que são de boa qualidade. Pode ser uma possibilidade de hospedagem para quem vai visitar Roma, pagando mais barato e tendo qualidade, mas recomendo somente para quem for ficar na região por um período superior de 4 dias.

A região dos Castelos Romanos, é famosa por seu vinho “Frascati”, produzido na homônima cidade.

O território é circundado de vinhedos e prevalentemente de produção de vinho branco, mas oferece também bons tintos. Os Castelos Romanos, estão situados numa colina e, por tal motivo, atrae muito os residentes de Roma, principalmente no quente verão de julho e agosto, quando fogem nos finais de semana e se refugiam aqui. As cidades são muito vizinhas e cada uma há sua própria característica. Para quem estiver viajando sem carro, o ideal é ficar em Frascati ou Albano, onde chegam sempre trens a cada 30 minutos de Roma.

Fazer um tour pela região para visitar cantinas, castelos, sitios arqueológicos e outros, é muito sugestivo, mas recomendo esse passeio de maio a outubro. As cidades mais interessantes da região para serem visitadas são as seguintes: Frascati, Albano, Ariccia, Castel Gandolfo, Rocca di Papa, Marino, Nemi, Genzano e Lanuvio.

Fizemos uma viagem enogastronômica fantástica (eu e meu marido). Descobrimos ótimos vinhos, principalmente brancos, pratos saborosos e ricos. Algumas cidades têm suas próprias especialidades: Frascati (vinho branco); Nemi (vinho doce fragolino), na regiãoo é presente um tipo de morango bem pequeno que se chama fragolina, de onde deriva o nome fragolino; Genzano (pão feito em forno a lenha); Lanuvio (vinho dos Colli Lanuvium). E assim vai…

Durante essa viagem enogastronômica na Itália, nossa  guia nos levou para conhecer algumas cidades da região. Começamos por Grottaferrata, famosa por sua Abadia de 1004, construída pelo frade greco, Nilo, o qual deu origem ao nome do lugar “Abbazia San Nilo”. A propriedade pertence até hoje aos frades.

Abbazia San Nilo
Castelos Romanos  Castelos Romanos na Itália

Dentro da igreja greco bizantino, encontra-se uma cripta do I século a.C. É a única igreja onde se conserva até os dias de hoje o ritual católico bizantino.

Abbazia San Nilo  e Cripta
Castelos Romanos na Itália  Castelos Romanos na Itália

Passamos pela cidade de Marino, mas não paramos, nossa guia nos contou que em outubro acontece a festa do vinho, e que a fonte da praça é decorada com cachos de uva e da torneira sai vinho ao invés de água.

A parte da manhã passou tão rápido, que nem percebemos que já tinha chegado a hora do almoço. Paramos para almoçar no restaurante Dona Vittoria, que encontra-se no hotel Miralago, na cidade de Albano. Aproveitamos para visita-lo. O hotel apresenta uma decoração clássica e está situado no parque natural dos Castelos Romanos com vista para o lago.

Hotel Mirabelo
O que visitar perto de roma

Almoçamos muito bem, comemos pratos típicos e com porções abundantes, tudo acompanhado com um delicioso vinho branco da região de Frascati, “Ephos”. E pra deixar você com muita vontade de fazer essa viagem gastronômica, descrevo nosso almoço: eu comi sopa de grão de bico com bacalhau; Nicky comeu  paccheri (tipo de pasta) com hortelã romano, alcachofra e bacon. Esses foram os primeiros pratos, não conseguimos comer o segundo, então nos serviram duas porções pequenas de outra especiliadade da região para experimentar.

viagem gastronômica na Itália

Sopa de grão de bico com bacalhau                                

viagem gastrônomica na Itália

Paccheri com hortelã

As duas porções eram:  buchada alla romana, feita com tomate fresco,  hortelã e queijo de ovelha; feijao com pele de porco (esses dois eu não comi, mas Nicky adorou); e por último a sobremesa, bolo com pedaços de chocolate branco, creme e chantilly. Aff que deliciaaaa!!!

Buchada alla romana                                                    Feijão com pele de porco
viagem enogastronômica na Itália  viagem enogastronômica na Itália

Prosseguimos com nosso roteiro e chegamos em Castelgandolfo, a cidade da residência de férias papal “Palácio Apostólico”. Aqui é onde o papa passa suas férias de verão, no período mais quente: junho, julho e agosto, aparecendo na janela todos os domingos. A casa é gigante, com um parque imenso. O turismo aqui é ligado à igreja, vendem de tudo que possa ter relação com a religião católica.

O que visitar perto de Roma

Euzinha na frente do Palácio Apostólico

Descobrimos que a primeira caixa para colocar as correspondências nas casas, saiu daqui, em 23/11/1820.

Primeira caixa de correspondência

roteiro de viagem

roteiro de viagem
o que visitar perto de Roma

A próxima parada foi em Aricia, a qual tem uma ponte que faz de ligação à cidade de Albano, “Ponte Monumental”. Passamos na frente do Palácio Chigi, onde a nobre família romana Chigi, passava suas férias, hoje é um museu. O interessante desse museu, é que dentro tem todos os pertences da família Chigi (kigi), porque foi vendida com tudo aquilo que tinha dentro, até as roupas da família.

Ariccia com seu vale                                                               Palácio Chigi
roteiro de viagem  Roteiro de viagem pela Itália
O que visitar perto de Roma  O que visitar perto de Roma

Prosseguimos para Nemi, a cidade é colocada numa parte de total beleza panorâmica, com vielas, lojas e restaurantes com culinária típica. Infelizmente o pôr do sol chegou e com o dia que nos dava “arrivederci”, não podemos fazer muitas fotos. É sempre uma corrida contra o tempo antes que chegue o anoitecer nesse período, novembro.

Nemi

viagem enogastronomica na Italia

roteiro de viagem pela Italia

roteiro de viagem pela Italia

Já estava na hora da janta? Nossa, nem percebi, meu estômago ainda estava cheio do almoço! Mas já que nosso tour era uma viagem enogastronômica, não podíamos renunciar a nada, e por nossa sorte o restaurante era nouvelle cuisine, com porções pequenas e mais leves. Jantamos no restaurante “La cucina con Vista” (a cozinha com vista), nome dado porque a cozinha é panorâmica e os clientes podem ver os cozinheiros com a mão na massa.

Restaurante “La cucina con vista”              Cozinha panorâmica do restaurante
viagem enogastronômica  viagem enogastronômica na Itália

O restaurante está localizado dentro do hotel Villa Mercede. Encontra-se em Frascati, a 800 metros do centro. O chef do restaurante é famoso na Itália, faz algumas transmissões televisivas, se chama Andy Luoto.

Pedimos a entrada e um segundo prato, pulamos o primeiro porque estávamos ainda cheios do almoço (como eu já havia mencionado em outro post, aqui na Itália, o serviço tradicional de refeição é servido com a entrada, o primeiro prato, o segundo prato, uma verdura e a sobremesa).

Aqui vai uma descrição de nossos pratos: creme de brócolis com ricota de búfala e anchovas de Cetara (Cetara é uma região), carne bovina com semi de abóbora, com chantilly de gorgonzola e  gema do ovo quase cru.

Creme de brócolis                                             Carne bovina com semi de abóbora 
viagem enogastronômica  viagem enogastronômica

Como segundo prato: peixe ao molho de camarão e mexilhão para mim, e carne de bezerro com champion para o Nicky.

Peixe ao molho de camarão e  mexilhão      Carne de bezerro com champion
viagem enogastronômica na Italia  viagem enogastronômica

Me trouxeram 2 doces (Nicky não conseguiu mais comer), um era uma pré-sobremesa (amareto com espuma de tiramisu e gotas de chocolate amargo), e depois aquela que eu havia pedido (Parfait de camamelo, um sorvete com caramelo no meio), os dois eram fabulosos.
Os pratos eram bons, mas gostei mais daqueles do almoço, aquele bacalhau com grão de bico vai ficar na minha memória eternamente.

Amareto com espuma de tiramisu                           Parfait de caramelo
doce italiano  doce italiano

[caixa title=”Saiba mais”]

Passeios em Roma
Serviços Turísticos
Aprenda Italiano

Organize sua viagem para Itália visitando os links abaixo 
Reserve seu hotel com o booking.com
Viajando de carro, alugue com Rentalcars

Siga Keviagem nas redes sociais:
instagram
facebook
twitter

[/caixa]

 

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. No momento vive na linda região de Lisboa, pertinho do mar! Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

contato1@keviagem.com

Comentários
  • Damares Lombardo

    Lugar lindo, aquela sopa de grão de bico com bacalhau e o peixe ao molho de camarão e mexilhão…hummmm que vontade, e para fechar com a sobremessa de amareto com espuma de tiramisu…tudo de bom.

    29 de novembro de 2011
  • Damares Lombardo

    A culinária Romana e muito diversificada. E deliciosa.
    Cynthia Lucilio

    2 de dezembro de 2011
  • Damares Lombardo

    Que lugar bonito! Estarei em Roma em abril, será que é um período legal para visitar essa região? Seu blog é ótimo, parabéns.

    31 de janeiro de 2013
  • Damares Lombardo

    Olá Damares, estou fazendo meu itinerário e resolvi incluir essa região depois que vi seu blog. Vi sua página de roteiro personalizado, será que você me faria um roteiro com apenas opções de hotéis? Estarei fazendo 10 cidades na Europa com minha esposa, é muita muita coisa pra eu ver sozinho.

    6 de fevereiro de 2013
  • Damares Lombardo

    Oi Damares, a Itália me surpreende, cada cantinho magnifico!
    Eu conheço bastante lugares da Itália, ma vejo que ainda falta muita coisa pra explorar tanto na parte histórica como gastronômica.
    Adorei!

    6 de fevereiro de 2013
  • Damares Lombardo

    Damares, ficarei 4 dias em Roma, você acha que da tempo pra fazer uma visita de um dia nessa região? Achei muito bonito.

    11 de fevereiro de 2013
  • Damares Lombardo

    Oi Damaris,
    Muito boa dica , parabéns! Em 2012 eu visitei um vinícola no sul da Italia , um vinho vermelho cheio de corpo e sabor ! Aos amantes de gastronomia como eu , indico um tour gastronômico em Paris, vejam :
    http://www.saboreandoparis.com/tour-gastronomico/

    Abs

    Josi

    25 de agosto de 2014

Deixe Um Comentário