Ravello

O que ver em Ravello em 1 dia

Não, você não vai ter muito o que ver em Ravello, mas o lugar é um encanto e sua posição oferece um dos mais incríveis panoramas da Costa Amalfitana.

É chamada de “Terra dello Spirito” (Terra do Espirito), assim descrita pelos ilustres viajantes de várias épocas que a elegeram como a “Patria dello Spirito”. É uma antiga cidade medieval famosa por sua história e vilas patrícias. Está localizada numa colina ainda mais alta do que aquela de Amalfi e Positano, entre o Valle del Dragone e o Vale Regina Minor, rodeada pelo mar e com prestigiadas obras arquitetônicas.

Faz parte da Costa Amalfitana e é província de Salerno.

Panorama da Costa Amalfitana

Panorama da Costa Amalfitana

De acordo com fontes históricas Ravello foi fundada no século VI. D.C. pelos romanos, seu período de glória se deu quando Amalfi conquistou a supremacia marítima no Mar Tirreno e no Mediterrâneo, tornando-se uma República em 1810. As famílias mais nobres, entre as quais Rufolo, De Marra e Frezza, contribuiram para o desenvolvimento do comércio e construíram palácios luxuosos. A cidade foi fortificada com três linhas de muralhas e diversas torres.

O que ver em Ravello

O que ver em Ravello

O que ver em Ravello

O coração da pequena cidade é a Piazza Vescovado (Praça do Bispo), onde fica a Catedral, o Museu do Coral e Villa Rufolo. Uma torre quadrada marca a entrada de Villa Rufolo, cujo maravilhas artísticas fazem do lugar especial e digno de uma visita.

Costa amalfitana

Piazza Vescovado

A Catedral de Ravello, dedicada a Santa Maria Assunta, é o edifício religioso mais importante do lugar. Foi construída no século XI por Orso Papirio, o primeiro bispo de Ravello, mais tarde, no século XVIII, foi remodelada em estilo barroco. Adjacente à igreja está a torre do sino, que data do século XIII, com grandes janelas gradeadas e arcos que se cruzam.

o que ver em Ravello

Catedral de Ravello

Villa Rufolo foi construída entre os séculos XI e XII, o período de maior esplendor da família Rufolo. Se trata de um complexo rodeado por um muro que mostra uma clara influência islâmica.

Cidade medieval

Villa Rufollo

cidade medieval

Villa Rufollo – Cidade Medieval

Os componentes são dispostos da seguinte maneira: o terraço com vista para o mar; o pátio com duas ordens de loggias de arcos entrelaçados que lembram um claustro; as torres que caracterizam um estilo árabe-siciliano-romano; a famosa torre Klingsor que tem vista para o jardim. Das duas torres, a torre maior é a mais simples em ornamentos, enquanto a torre menor constitui a entrada.

o que ver em Ravello

Jardim de Villa Rufollo

o que ver em Ravello

Terraço de Villa Rufollo

 

Ravello

A torre de Villa Rufollo

Boccaccio elogia a villa em seus versos, Richard Wagner inspirou-se nela para o segundo ato de “Parsifal” e, hoje, no magnífico terraço dedicado a ele é realizado todos os anos, no verão, o Festival Ravello, um festival de música clássica que hospeda músicos de todo o mundo.

Informação para visitas: Villa Rufolo abre todos os dias das 9h às 21h (último ingresso às 20h30). O bilhete custa 7€.
Site: villarufolo.it

Eu conheci apenas Villa Rufolo porque nesse dia visitei também Amalfi e tive que optar. Escolhi Villa Rufolo por causa do jardim que dá vista diretamente pro mar e que havia visto em várias fotografias em capas de revistas, além de ficar bem no centrinho da cidade. Apesar de ter ido num período pouco indicado para ver o jardim florido, valeu a pena também pelas ruínas e pricipalmente pelo panorama. UAU!!!
Mas se você decidir passar uma noite em Ravello ou dedicar um dia na cidade, irá ter tempo suficiente para conhecer outras atrações e fazer ótimas caminhadas por suas trilhas pegando vistas deslumbrantes.

Museu del Corallo Camo (Museu do Coral): exibe corais e testemunhos de materiais típicos da costa do golfo de Nápoles e Salerno. Site: museodelcorallo.com

Villa Rondinaia: é uma das vilas mais bonitas da Itália pelo panorama maravilhoso que oferece e pela localização especial, situada nas rochas, que lembra um ninho de andorinha, daí o nome da villa. Villa Rondinaia hospedou especialmente nos anos trinta e quarenta, pessoas famosas, como Virginia Woolf e seu marido Leonard; Leopold Stokoswski e Greta Garbo, Humphrey Bogart, Franco Zeffirelli e Jacqueline Kennedy. É possível admirar somente a parte externa da vila, sendo de propriedade privada, não é permitida a entrada. Não tem site.

Villa Cimbrone: é um complexo romano construído sobre as fundações de uma antiga moradia nobre, que já hospedou reis e nomes famosos da arte, ciência e política. Em 1904 ela tornou-se propriedade do inglês William Beckett, que a embelezou com mistura de estilos e épocas, com elementos étnicos e culturais, descobertas antigas e lembranças de viagens exóticas.
O local funciona como hotel mas é possível visitar seu jardim. O bilhete custa 7€. Visite o site e faça um magnífico tour virtual: villacimbrone.com

 

Organize sua viagem para Itália visitando os links abaixo 

Reserve seu hotel aqui
Viajando de carro, alugue aqui
Passeios, Transfers e Shows na Itália

Siga Keviagem nas redes sociais
instagram
facebook
twitter

 

Damares está dentro do mundo de viagens desde 1987. Morou em Milão de 1990 a 2014, quando se transferiu para cidade de Colônia, na Alemanha. No momento vive na linda região de Lisboa, pertinho do mar! Aproveita sempre da facilidade de viajar pela Europa, conhecendo vários países nesse maravilhoso continente!

contato1@keviagem.com

Comentários
  • Damares Lombardo

    Olá. Tenho enviado pedido para um tour e não recebo resposta. Quero fazer o tour SAN GIMIGNANO, SIENA, MONTERIGGIONI e CHIANTI – TP001 para 3 pessoas. Você pode me passar como devo fazer ?

    5 de setembro de 2016
  • Damares Lombardo

    Ola !
    Estou em Ravello e gostaria de atualizar o valor da Villa Rufolo que é de 7 euros .

    Bjs

    Kamila

    2 de junho de 2018

Deixe Um Comentário